Frango

Standard

A carne de frango é um dos alimentos proteicos mais consumidos no mundo. A criação de frangos, para consumo alimentar, foi introduzida no Brasil Colônia pelos portugueses. Pela facilidade de engorda e abate, essas aves acompanharam os bandeirantes em suas entradas pelo interior do Brasil. Por isso, algumas das nossas receitas de frango têm sido transmitidas através de gerações, desde há mais de trezentos anos. Por ter um preço bastante acessível, o frango está presente, diariamente, na mesa de todos os brasileiros. Selecionamos nossas receitas de família e outras da culinária internacional para você variar do seu frango do dia-a-dia.

 

 Receitas básicas de frango:

Aprenda a fazer um frango macio e suculento

Frango de panela à mineira

Frango refogado e desfiado básico para receitas

Molhos para acompanhar frango grelhado:

Acrescente um sabor especial ao seu peito de frango grelhado

Peito de frango ao molho de cogumelos

Peito de frango ao molho de ervas

Peito de frango ao molho gorgonzola

Peito de frango ao molho de laranja

Receitas tradicionais:

Frango à caçarola

Frango com quiabo

Kenga

Frango assado com mel e mostarda

Galeto assado na cerveja

Receitas internacionais:

Asinhas de frango agridoce ( chino-peruana)

Coq au vin (França)

Frango à Creole ( Louisiana/ EUA)

Strogonoff de frango (Rússia)

Galeto assado na cerveja Kriek (Bélgica)

Nossas receitas:

Empadão de frango da vovó

Espetinho de frango com pimentões

Frango assado com batatas e cebolinhas baby

Frango ao curry com uvas e maçãs

Frango ao molho rosado

Frango Ricoleta

Peito de frango recheado 

Frango assado com bacon na cerveja

Frango assado com tomatinhos

Frango recheado com queijo e tomate

Polenta com frango ao vinho desfiado

Frutos do mar

Standard

Na categoria Frutos do Mar, incluímos as receitas com camarão, lagostins, lula, polvo, vieiras e as receitas que juntam alguns desses ingredientes e ainda peixe. Além de pratos de frutos do mar preparados com molhos dos mais variados, veja também as receitas de saladas, entradas, pastas e risotos. Escolha entre algumas das mais famosas receitas  brasileiras ou internacionais. Para inovar, ouse experimentar as receitas criadas por nós!

Receitas tradicionais brasileiras

Bobó de camarão

Camarão na moranga

Moqueca

Surubim com molho de camarões ao coco

Receitas internacionais

Paella Valenciana ( Espanha)

Risotto ai frutti di mare (Itália)

Pad Thai (Tailândia)

Camarão agridoce ao tamarindo (Kan Lu Watan – comida chifa do Peru)

Camarão com quiabo e milho (Jamaica)

Camarão ao curry no coco (Tailândia)

Camarão com noodles (Tailândia)

Crevette à pomme d’or ( camarão com maçãs) (França)

Arroz com camarões no abacaxi (Tailândia)

Risoto de camarão com aspargos verdes (Itália)

Lagostins e lulas ao molho picante ( Tailândia)

Polvo à galega ( Espanha)

Polvo com tomate (Espanha)

Arroz de polvo ao vinho ( Portugal)

Vieiras com aspargos e ovo poché (França)

 

Receitas criadas por nós

Caldinho de moranga com camarões

Ceviche misto 

Salada de frutos de mar e terra

Salada de lulas marinadas

Penne com salmão, cogumelos e alcaparras

Ravioli de muçarela ao creme de aspargos e camarões flambados

Tagliatelle ao pomodoro com camarões

Risoto com camarão, cogumelo e aspargos

Vieiras sobre creme de espinafre

Bacalhau

Standard

Bacalhau é o nome dado a várias espécies de peixes, classificados em vários gêneros. O mais conhecido é o gênero Gadus. Em sua maioria, são provenientes das águas geladas dos mares do Norte, especialmente do Oceano Báltico, que banha as costas da Noruega, maior produtor do mundo. Dos peixes salgados que o Brasil importa, o melhor é o Porto Imperial (Gadus morhua), seguido do Bacalhau do Porto ( Gadus macrocephalus). Como as costas de Portugal são muito ensolaradas e ricas em sal, desde séculos, os peixes são para lá levados para serem processados, ou seja, secos e salgados. O nome Porto é devido ao fato desta cidade ter sido o maior porto exportador do produto para o Brasil.

Neste capítulo, veja as receitas tradicionais e as outras receitas criadas por nós.

Dicas sobre como preparar o Bacalhau para a sua receita

 

Receitas tradicionais de origem portuguesa

Salada de bacalhau

Salada de bacalhau com feijão fradinho

Bacalhoada

Bacalhau a Brás

Bacalhau a Gomes de Sá

Bacalhau a lagareiro

Bacalhau com natas (creme de leite)

Bacalhau com crosta de broa

Bacalhau a Vera Cruz

 

Receitas criadas por nós

Bacalhau rápido assado com legumes

Bacalhau rápido assado com pimentões

Bacalhau ao creme de três batatas

Bacalhau bem brasileiro ( com abobrinhas)

Bacalhau à francesa com cogumelos

Bacalhau à galega ( com grão-de-bico)

Bacalhau à Isabela ( com tortinha de batatas)

Tortinha de bacalhau com caldo de feijão

 

Receitas de família e dos amigos

Torta de bacalhau da mamãe

Bacalhau do Alcimar

 

 

Peixes

Standard

Comer peixe é bastante recomendado pelos nutricionistas. Aqui estão algumas receitas fáceis de fazer, tanto para o seu dia-a-dia como para uma ocasião especial.

As receitas com salmão são para ser feitas, preferencialmente, com salmão ou truta salmonada. Quanto às receitas com outros peixes – como linguado, dourado, pescada, robalo, tilápia, etc.- poderá fazê-la com um peixe similar.

Veja também as receitas com bacalhau e com frutos do mar ( camarão, lula, polvo, vieiras, etc.)

PEIXES

Filé de peixe – grelhar, fritar ou assar?

Ceviche de peixe do La Mar ( Peru)

Escabeche de peixe

Salmão com aspargos e arroz de brócolis

Salmão à Belle Meunière

Salmão crocante ao mel e mostarda

Salmão com crosta de ervas

Salmão com crosta de amêndoas ou com crosta de gergelim

Filé de peixe à Provençal (tomate e alho)

Filé de peixe assado com cogumelos, alcaparras e tomatinhos

Badejo ao molho de maracujá e pimenta rosa

Robalo com cebolas e tomates cereja

Robalo com crosta de pistache

Tilápia com crosta de macadâmia

Peixada com molho de camarão

Surubim com camarão

Tambaqui recheado com ervas e assado ( Amazônia)

Tucunaré de Marabá ( Pará/ Brasil)

Truta salmonada assada com tomates (Peru)

Badejo ao molho de camarão com ají picante ( Peru)

Peixe à Hanoi ( Vietnan)

Peixe à Cambojana ( Amok Fish)

 

Guarnição

Standard

Chamamos de guarnição os pratos quentes que acompanham peixes, aves ou carnes. Há também opções veganas e para intolerantes a glúten e a lactose.

Neste capítulo reunimos pratos como purês, suflês, farofas, legumes recheados e assados, e outros, elaborados com abobrinha, abóbora, alho poró, banana, beringela, cogumelos, couve, cuscuz de legumes, espinafre, feijão, jiló, milho, ovos e pimentão e tomate.

Veja também os capítulos de: saladas, saladas light, arroz e risotos e de receitas com batatas.

Abobrinha grelhada

Purê de abóbora moranga

Suflê de alho poró 

Purê de banana da terra

Beringela a milanesa

Beringela a napolitana

Beringela a parmegiana

Canoinha de beringela

Cogumelos Portobelo recheados

Cogumelo com tofu e tomate seco

Couve a mineira

Cuscuz

Bolinho de espinafre

Creme de espinafre

Suflê de espinafre e parmesão 

Feijão

Feijão tropeiro

 

Tutu de feijão

Jiló recheado acebolado

Lentilhas

Creme de milho

Ovo frito

Ovos mexidos

Farofa de ovos

Farofa de biju de milho

Farofa de banana

Pimentão recheado com beringela

Pimentão recheado com quinoa e legumes

Quinoa com trigo tipo risoto 

Caçarola de quinoa, ervilha de folha e ovos

Risoto de quinoa com legumes

 

Suflê de legumes sem glúten e lactose

Tomate recheado com quinoa e atum 

 

 

Batata

Standard

Batata é uma unanimidade, difícil quem não goste! Originária dos Andes sul-americanos, foi levada à Europa pelos colonizadores espanhóis. A princípio, foi considerada um alimento impróprio e impuro, só porque crescia debaixo da terra. Porém, segundo a lenda, Antoine Parmentier, agrônomo e chef do rei Luiz XV, introduziu-a na França, com sucesso, por volta dos anos 1770. Desde então,  tornou-se tão popular que hoje é o quarto alimento mais consumido no mundo!

 

Veja nossas receitas:

Batata como aperitivo

Causa peruana

Papas bravas espanholas

Salada alemã de batatas

Batata frita

Batata palha

Batata dourada

Batata gratinada

Batata ao murro portuguesa

Purê de batata inglesa

Purê de três batatas

Tortilla de batatas espanhola

Gnocchi ou nhoque

Escondidinho

 

Ver também:

Saladas

Caldos, cremes e sopas

Caldo de moranga com camarões

Standard

É incrível a versatilidade deste caldo, ou creme, que pode ser feito com abóbora moranga, abóbora paulista ou abóbora japonesa (a denominação pode variar dependendo do lugar). Pode ser servido quente, no inverno, dentro da moranga ou em cumbucas ( para não esfriar) e também fica ótimo servido frio, em taças, no verão. Fica sofisticado e delicioso feito com camarões, especialmente se flambados, em uma versão afrancesada. À mineira, o caldo é feito apenas com abóbora e depois de pronto acrescenta-se carne seca desfiada e cebolinha verde. Experimente as variações sugeridas.

Caldo de moranga com camarões e outras variações

Ingredientes para 4 pessoas: 400 gr. de abóbora moranga, já sem a casca e o miolo entranhado com as sementes. Calcule de 4 a 8 camarões por pessoa, dependendo do tamanho. Mais: 3 colheres de óleo, manteiga ou azeite, 1 cebola grande picada, 1/3 de pimentão vermelho e a mesma quantidade de pimentão amarelo, também picados, 1 colher de chá de sal com alho. Temperos: sal, pimenta e especiarias a gosto e à escolha.

Variações para acrescentar ao caldo depois de pronto:

– 1 xícara de café de leite de coco e raspas de gengibre, se quiser dar um toque baiano. Capriche na pimenta malagueta.

-1 xícara de café de creme de leite ou de requeijão de copo, se quiser um toque francês. Tempere com pimenta do reino branca e noz moscada.

– 1 colher de café (ou de chá) de curry, outra de açafrão e raspas de gengibre, se quiser um gostinho indiano.

– outro tempero ótimo: uma pitada de páprica doce.

Se for fazer a receita com camarões, o primeiro passo é temperá-los ( já limpos, claro) com antecedência de uma hora (antes de começar a fazer o caldo) com sal e limão. Depois de meia hora no tempero, coloque-os na peneira para escorrer a água. Obs.: se ficarem com água na hora de fritar, irão ficar borrachudos.

Cozinhe e pique a abóbora.

Escolha a panela onde vai fazer o caldo. Esquente 2 colheres de azeite e frite os camarões, já bem escorridos, até ficarem vermelhos. Se der água, retire-a e reserve (depois, acrescente-a de novo ao caldo cozido). Se for fazer a versão afrancesada, flambe-os com 1 concha rasa de conhaque aquecido. Retire os camarões e reserve-os.

Na mesma panela, acrescente mais azeite, frite a cebola, os pimentões picados e o sal com alho, nessa ordem. Raspe bem o fundo da panela até limpar a borra do camarão (se precisar, pingue água quente). Acrescente a abóbora já cozida, junte água quente (cerca de 2 xícaras), deixe fervendo, em fogo baixo, até que fique tudo bem cozido e abóbora tenha desmanchado. Deixe esfriar um pouquinho e bata no liquidificador até obter um caldo bem homogêneo.

Volte com a caldo para uma panela limpa, junte mais água quente se precisar ralear, tempere e acrescente os ingredientes que quiser* (veja as variações) Junte os camarões e deixe ferver para misturar o gosto. Volte a esquentar antes de servir.

* exceto creme de leite, que só deve ser misturado um pouco antes de servir.