Culinária russa e internacional em São Petersburgo

Standard

As blogueiras mãe e filha caçula foram passar as férias na Rússia! Nas próximas postagens vamos conhecer um pouco sobre esta terra e sua culinária.

São Petersburgo é a cidade mais europeia da Rússia e a segunda em população, com 5 milhões de habitantes. Assim como, nos últimos anos, a cidade de Dubai surgiu do nada para ser um grande centro de negócios, planejada de forma espetacular com todo o luxo, São Petersburgo teve história semelhante.

O czar Pedro, o Grande, tomou dos suecos as terras na foz do rio Neva, na entrada do Golfo da Finlândia, um local muito estratégico, para construir uma magnífica cidade portuária. Chamou os melhores arquitetos europeus para planejar o traçado da cidade e seus belos palácios. Em 1703, a cidade foi inaugurada e logo depois tornou-se a capital do poderoso Império Russo. Deste tempo glorioso a metrópole, cujo centro histórico é tombado pela Unesco como Patrimônio Mundial, conserva a arquitetura clássica monumental e um acervo riquíssimo de arte no Museu Hermitage.

A cidade recebe o ano todo um número bastante elevado de turistas russos, chineses, europeus e de toda parte. Passeando por suas ruas lotadas de gente de todas as raças temos a impressão que é ali a tal Torre de Babel, onde se falavam todos os idiomas do mundo! Na avenida principal, a Nevsky, cujos 5 km. cortam todo o centro, há muitos bares, restaurantes e casas noturnas. Ali se acha, por exemplo, tanto o Macdonald, o Subway e Market Place quanto lojas tradicionais, como a belíssima confeitaria KE Food Hall ( próxima postagem).

A culinária regional é bastante influenciada pela europeia, sobretudo a do antigo Império Austro-húngaro. Quando Pedro o Grande importou o gosto e o refinamento europeu nas artes e na arquitetura, importou também a culinária.

Estando junto ao mar dá-se destaque aos peixes como salmão e truta; frango e cordeiro são muito populares e há restaurantes especializados em carnes de caça. O prato mais conhecido é o famoso strogonoff (na Av. Nevsky fica o palacete do conde Stroganoff – com a mesmo). Veja aqui a nossa receita, que comprovei ser realmente a tradicional russa. O clima frio incentiva o consumo de sopas, servidas como primeiro prato o ano inteiro e feitas à base de beterraba, repolho, batata, cogumelo e carne. Nota-se uma forte influência da comida judaica. As sobremesas variam em torno de tortas de influência vienense com muito chocolate, geleias de frutas e cremes. E, apesar do clima frio a maior parte do ano, o russo adora sorvete!

Procuramos um restaurante típico russo – o Mamanadache – para pesquisar as comidas locais e verificamos a total influência europeia. Veja abaixo uma seleção de pratos com o menu traduzido para o inglês – coisa raríssima! Aliás pouquíssimas pessoas falam outro idioma senão o russo nos restaurantes ou qualquer outro lugar ( exceto na recepção dos melhores hotéis). Imagine nossa dificuldade para nos fazer entender. O que valeu mesmo foi a linguagem universal da mímica.

IMG_3220

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s