Torta de chocolate com biscoito Oreo

Standard

Esta é uma das sobremesas de chocolate preferidas de minha família. Você pode variá-la fazendo o contorno da torta com outros biscoitos, como Bis e Kit-Kat e também variar o recheio, colocando chocolate branco e misturando ligeiramente para que o recheio fique mesclado.

Torta de chocolate com biscoito Oreo

Separe estes ingredientes: ½ pacote (ou 100 gr.)de biscoito maizena e 1 colher de sopa de manteiga para a base da torta. Para montar o contorno da torta: 1 pacote de biscoito Oreo. Para o recheio: 1 lata de leite condensado, ½ caixa de creme de leite, ½ sachê de gelatina em pó (ou 1 colher de chá cheia), 1 barra (ou 150 gr.) de chocolate.

Veja se tem este material: 1 forma de fundo desmontável com 18 cm de diâmetro, papel manteiga, caneta e tesoura.

Primeiro vamos preparar a base da torta. Tire o fundo da forma, coloque-o sobre uma folha de papel manteiga, risque a circunferência com uma caneta e recorte o círculo. Forre o fundo da forma com o papel recortado e feche-a.

Ligue o forno a 180 graus. Bata no processador o biscoito maizena com a manteiga derretida (no forno micro ondas). Despeje a mistura na forma e nivele-a. Disponha os biscoitos nas laterais da forma, fazendo uma coroa completa. Afunde-os um pouco para que encostem no fundo da forma. Leve ao forno por 15 minutos ou até que a massa fique da cor de caramelo. Dica: para não queimar no fundo, ponha a forma desmontável na prateleira de cima do forno e na prateleira de baixo ponha uma assadeira de alumínio vazia. Depois da base assada, deixe a forma esfriar completamente.

Agora vamos ao recheio: Bata no processador o leite condensado (385 gr.) com 100 gr. de creme de leite. Misture o pó de gelatina em ½ xícara de café de água. Leve ao micro ondas por 30 seg para derreter e depois coloque na geladeira. Tome uma travessa, pique metade do chocolate em barra e leve ao micro ondas por 1 min. para derreter. Junte o chocolate derretido à mistura e torne a bater. Se tiver sobrado biscoito pode misturar na massa. Bata até ficar bem misturado. Acrescente a gelatina e bata no modo pulsar só para misturar rapidamente.

Despeje o recheio dentro da forma e leve à geladeira por, no mínimo, 6 horas antes de servir. Para enfeitar, tire lascas do chocolate que sobrou e coloque-as sobre a torta.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Bife Wellington

Standard

Esta receita inglesa clássica de filé ficou famosa depois que foi escolhida para a prova de eliminação do Masterchef 2015. O desafio era conseguir uma carne rosada por dentro e a massa crocante por fora. A carne precisa estar no ponto certo de cozimento e não pode umedecer a massa folhada que a envolve, sob pena de desmanchá-la. No programa, segundo os jurados, nenhum dos concorrentes conseguiu que saísse perfeita. Pois em nossa última aula de culinária conseguimos fazer a receita certinho e aqui vamos contar o segredinho.

Beef Wellington

Esta receita serve 6 pessoas.

Separe os seguintes ingredientes: 1 peça de filé mignon limpa e aparada com cerca de 20 cm de comprimento (a parte do meio), 2 bandejas de cogumelos Paris ou Portobello, 1 bandeja de presunto serrano espanhol ou presunto de Parma italiano (8 fatias, no mínimo),1 pacote da massa folhada em lâmina da Arosa. Para temperar o filé: sal e pimenta do reino ( como boa brasileira eu uso um pouquinho de sal com alho). Para o preparo da pasta de cogumelos: 1 colher de sopa de azeite, 1 cebola pequena, 1 colher de sopa de manteiga, 1 colher de chá cheia de tomilho, sal com alho, pimenta do reino. Ainda: azeite, manteiga, farinha de trigo, 2 gemas e plástico filme.

Todas as dicas de como preparar esta receita são direcionadas a um único objetivo: não umedecer a massa, que deve estar sequinha e crocante ao final. Além disso o filé deve ser assado de modo a permanecer com seu interior rosado.

Preparo do filé:

O primeiro passo é temperar o filé com sal (com alho) e pimenta do reino. Enrole a peça 3 vezes em papel de plástico filme, apertando bem para que fique roliça. Deixe pegando tempero por 1 hora a hora e meia (fora da geladeira). Não feche o filme nas beiradas para deixar o suco da carne escorrer.

O segundo passo é selar a carne de todos os lados em uma frigideira quente com um pouco de azeite. Se gostar da carne mal passada, passe somente até dourar de todos os lados por igual. Se preferir mais bem passada, sele mais um pouco, deixando-a bem moreninha. Tire do fogo. Em seguida, seque bem a carne com papel toalha e deixe-a na geladeira desembrulhada por, no mínimo, 1 hora (preferencialmente mais – se for fazer para um almoço, deixe passar a noite).

Preparo da pasta de cogumelos:

Poderá ser feita de véspera ou até 2 horas antes do preparo da receita.

Pique os cogumelos e a cebola. Separadamente, ponha cada um em uma frigideira e vá mexendo até que sequem o suco natural, sem deixar que agarrem no fundo. Reserve. Na frigideira limpa, aqueça 1 colher de sopa rasa de manteiga, frite junto 1 colherinha de sal com alho, a cebola e os cogumelos. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto. Junte o tomilho. Não acrescente água em hipótese nenhuma. Espere esfriar um pouco e bata no processador no modo pulsar para obter uma pasta grossa. Volte para a panela e cozinhe em fogo alto até começar a querer agarrar no fundo.

A pasta deve ficar bem seca pois sua função é impermeabilizar o filé de modo que o seu suco não molhe a massa na hora do cozimento no forno. Deixe na geladeira de véspera ou por, no mínimo, 1h.

Preparo do embrulho de massa folhada:

1) Passado o tempo de geladeira da carne e da pasta de cogumelos, limpe e seque bem a bancada que irá trabalhar. Abra o plástico filme num tamanho que seja o dobro do suficiente para enrolar o filé, deixando um espaço nas laterais (veja a foto). Coloque as fatias de presunto sobre o filme plástico de modo a ficarem metade superpostas. Por cima, espalhe uma camada bem fina da pasta de cogumelos com a ajuda de uma espátula. Cubra com a outra metade do plástico filme e passe gentilmente os dedos para uniformizar a pasta. Retire o plástico de cima, coloque o filé no centro da peça e enrole-o cuidadosamente. Volte a deixar na geladeira por mais 30 minutos.

2) Esfarinhe a bancada e abra a folha de massa totalmente. Aplique a mistura das gemas com 1 colherinha de água sobre a massa com um pincel. Coloque o filé em um dos cantos para enrolá-lo junto com a massa, de maneira que essa o envolva por completo. Feche as pontas como se embrulha um presente, deixando o excesso de massa para baixo. Pincele por fora com a mistura de gemas e água e deixe na geladeira por mais 30 minutos.

Enquanto isto, aqueça o forno a 200 graus.

Cozimento no forno:

Pincele novamente o filé embrulhado com a mistura de gemas e água e coloque-o sobre uma assadeira levemente esfarinhada para não grudar (nesse momento a manta de silicone ajuda bastante). Faça cortes superficiais na massa, em forma de cruz, para a ventilação do vapor (e decoração também). Asse por 20 minutos ou até que a massa fique corada.

Retire e aguarde 10 minutos para servir.
Parta o filé em fatias grossas com uma faca bem afiada e sirva com risoto de açafrão ou uma simples salada.

Veja como o filé ficou rosado e a massa sequinha e crocante:

DSCN6168Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Receitas de bacalhau 

Standard

Reza a tradição brasileira que Sexta-feira da Paixão de Cristo é dia de comer bacalhau. Se for fazer jejum, faça o bacalhau no Domingo de Páscoa!

Aqui no blog já publicamos mais de 20 receitas de bacalhau, tanto as tradicionais portuguesas e suas adaptações mineiras como algumas inspiradas em pratos que comemos e gostamos ao redor do mundo. Também há outras, criadas por nós – a família da mãe e das duas filhas blogueiras.

Um dos artigos muito acessados neste blog são as nossas dicas de como escolher e preparar o bacalhau para as receitas. Clique aqui e dê uma olhadinha, sempre ajuda.

Veja a lista de receitas consagradas que escolhemos para você preparar para a sua família e amigos. Escolha uma delas, com o passo-a-passo que ensinamos será muito fácil fazê-la. Experimente e garantimos o sucesso! Clique para ver a receita e imprimi-la.

Bolinho de bacalhau

Salada de Bacalhau 

Salada de Bacalhau com feijão fradinho

Torta de Bacalhau da mamãe

Bacalhoada

Bacalhau a Brás

Bacalhau com natas

Bacalhau a lagareiro

Bacalhau a Vera-Cruz

Bacalhau com crosta de broa

Bacalhau à francesa

Bacalhau à Isabela

Bacalhau do Alcimar

Bacalhau fresco ao creme de três batatas

Bacalhau com abobrinhas

Bacalhau com grão-de-bico

Tortinha de bacalhau com feijão preto

Bacalhau a Gomes de Sá

 

Mesmo se estiver com pouco tempo , não desista, veja esta receita:

Bacalhau assado em 15 minutos 

 

E se estiver só, cozinhe para você!

Bacalhau para um 

 

Mousse de chocolate francesa

Standard

Esta é a antiga e tradicional receita de mousse de chocolate francesa, do tempo em que não existiam leite condensado e creme de leite industrializados para facilitar a nossa vida. Hoje se faz uma “falsa” mousse misturando-se esses ingredientes (ou um deles) ao chocolate (ou a algum suco de frutas), um espessante como a gelatina em pó e as claras de ovos batidas, sem as quais não se obtém a consistência de espuma leve das mousses. Porém não custa aprender e experimentar a receita tradicional, muito simples de se fazer e deliciosa. Esta mousse tem a consistência ideal para rechear bombons e, no caso de hoje, ovos de Páscoa.

Mousse de chocolate francesa tradicional 

Dos chocolates à venda no Brasil, o melhor para o preparo desta mousse pode ser comprado em lojas especializadas: vai precisar de 350 gr. de pó para massa de suflair. Se não consegui-la, derreta a mesma quantidade de chocolate Suflair em barra ou então misture 250 gr. de outro chocolate (ao leite, meio-amargo) e 100 gr. de açúcar refinado. Serão necessários 60 gr. de manteiga ( compre em barra e calcule) e 4 ovos.

A manteiga e os ovos precisam estar em temperatura ambiente, portanto tire-os da geladeira no mínimo uma hora antes do preparo. Prepare o banho-maria: escolha uma panela média e uma travessa de vidro refratária que encaixe dentro na panela de modo a ficar metade para fora. Coloque na travessa o chocolate e a manteiga e leve ao fogo brando para derreter, mexendo sempre com uma colher de pau. Obs.: Se for usar chocolate mais açúcar, coloque-o junto. Quando obtiver uma massa bem lisa e homogênea, desligue, vire em uma travessa funda e deixe esfriar.

Separe as claras das gemas. Misture somente as gemas  ( retire apela antes*) à massa de chocolate e misture bem. Na batedeira, em velocidade alta ( ou à mão com um fuê) bata as claras em neve bem firme. Aos poucos, junte as claras em neve à massa de chocolate, misturando de fora para dentro e de baixo para cima com carinho para as claras não perderem o volume. Deixe na geladeira por, no mínimo, 3 horas antes de servir.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Recheando os ovos de Páscoa:

Dica de como tirar a pele de gemas:

* se não tirar a pele da gema a sobremesa ficará com gosto e cheiro de ovo. Como fazer? Aprenda: quebre o ovo ao meio na quina da pia, deixando clara e gema na metade da casca que ficar em sua mão direita. Sobre um recipiente para aparar as claras, despeje-as na sua mão esquerda em concha, deixando que a clara escorra entre os seus dedos até ficar só com a gema sobre os dedos. Sobre outro recipiente para aparar as gemas e com os dedos polegar e indicador da mão direita fazendo uma pinça, dê um beliscão na gema e puxe a pele inteira, depositando a gema sem pele no recipiente. Se for canhoto(a) faça tudo ao contrário.

Ovos de Páscoa

Standard

Esta semana publicamos a receita de marshmallow que sugerimos como um recheio de ovos de Páscoa bem original. Agora vamos ensinar como fazer os ovos de chocolate, ou seja, a casca. Amanhã iremos publicar a receita de recheio de mousse de chocolate.

É necessário comprar uma forma em uma loja especializada.  Cada forma (veja foto) dá para 6 ovos abertos, de 150gr cada.  A receita a seguir dá para fazer 12 cascas de ovo – considerando cada casca uma metade de ovo.
– Para as cascas do “ovo”, coloque 400 gr. de chocolate em barra picado em uma travessa refratária e derreta-o em banho-maria.Escolhemos o chocolate tipo “blend”, que já se vende pronto e é uma mistura de chocolate ao leite e meio-amargo.

1a. dica- Para derreter chocolate em banho-maria nunca deixe o chocolate em contato com a água quente. Chocolate odeia água e odeia ser queimado também! Coloque a água para ferver numa panela grande e por cima da água coloque um daqueles silicones com furinhos de cozinhar legumes. Por cima deste, ponha a travessa de vidro refratária com o chocolate dentro. Assim também estará segura e não se queimará. (se não tiver paciência ponha a travessa com o chocolate picado no micro-ondas, por cerca de 1 minuto – cuidado para não deixar queimar).

2a. dica- Misture o chocolate enquanto derrete, para dar brilho

3a. dica – Quando o chocolate estiver derretido, coloque a travessa de vidro quente em cima de uma superfície fria (sua bancada de pia, por exemplo). Este choque térmico impedirá que o “ovo” derreta com facilidade depois de pronto.


– Agora é só seguir as instruções da forminha: ela é composta de duas partes sobrepostas, uma mais rígida e outra mais mole. Coloque o chocolate derretido ainda quente até pouco mais da metade da marquinha indicada (na forma mais rígida) e sobreponha com a outra, apertando o centro da cavidade levemente com um dos dedos, o suficiente para o chocolate subir pelas laterais. Vire o conjunto de forminhas de cabeça pra baixo e gentilmente passe os dedos pelas laterais para que o chocolate preencha o restante da cavidade. Coloque na geladeira nesta posição até ficar completamente endurecido (melhor se for de um dia para o outro).

No dia seguinte, com muito cuidado, retire a forma superior. Suas metades de ovos estão prontas. Agora é só rechear!

Você já aprendeu a fazer o recheio com marshmallow. Amanhã daremos a receita da mousse de chocolate para outra opção de recheio.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

 

Marshmallow

Standard

Desta  melosa espuma branca de açúcar, que parece um doce dos anjos, tenho três lembranças marcantes. Quando eu era criança, a minha avó materna, sempre que voltava de viagem do Rio de Janeiro trazia-me de presente uma caixa de nhá-benta da Kopenhagen. Para mim era o que poderia existir de mais delicioso neste mundo! Já mais crescidinha, minha mãe me dava o dinheiro do ônibus para ir e voltar da aula de inglês no centro da cidade. Em Belo Horizonte, a loja da Kopenhagen ficava na Av. Afonso Pena em frente à Igreja São José e a Cultura Inglesa era vizinha da loja. Pois eu preferia andar a pé cerca de 1,5 km para voltar para casa e com o dinheiro do ônibus eu comprava uma nhá-benta! Mais tarde, minha avó abriu uma loja de chocolates na Savassi e passou a fazer nhá-bentas e eu gostava de ajudá-la para ganhar algumas.

Esta semana vamos passar para vocês a receita caseira de Ovos de Páscoa.  Se você quiser fazer ovos de chocolate no estilo nhá-benta, recheados de marshmallow,  aqui vai a receita, que também é ótima para cobertura de bolos.

Marshmallow

Separe: 1 e 1/3 xícara de chá de açúcar refinado, 1/4 de xícara de chá de água, 3 claras do ovos ( grandes), 1/2 colher de café de cremor tártaro ( compre em loja especializada para confeiteiros) e 1 colher de chá de extrato de baunilha líquido. Vai precisar de uma batedeira de mão ou um mixer que tenha um fuê (melhor), de uma panela média e de uma travessa de vidro de fundo arredondado que, colocada sobre a boca da panela, fique metade ou pouco menos de fora.

Encha a panela de água até a metade e aqueça-a até que a água forme pequenas bolhas. Enquanto isto, fora do fogo, despeje as claras na travessa. Pegue o mixer e comece a bater as claras. Assim que formar uma espuma branca comece a misturar o açúcar. Continue batendo e juntando o açúcar aos poucos. Quando já estiver cremoso, junte, aos poucos, a água e o cremor tártaro. Bata mais e, por último, estando o creme bem batido, leve e homogêneo, misture a baunilha. Quando a água estiver no ponto acima referido, passe para o fogo médio. Transfira a travessa com o creme para cima da panela (processo chamado banho-maria) e continue batendo, em velocidade alta, por 12 minutos. Forre a bancada da pia com um pano seco e então transfira a travessa, continuando a bater por 2 minutos. O marshmallow está pronto para uso. Dica: use-o logo pois passado um tempo o volume começa a baixar, a não ser que leve à geladeira.

Ovos de Páscoa recheados com marshmallow 

feitos pela #filhablogueiracasada

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Carne de panela com cerveja preta e especiarias

Standard

Minha filha mais velha, nossa ≠colaboradoracasada, nos convidou para jantar uma noite dessas. Ela inventa as receitas conforme o que lhe dá vontade de comer e esta ficou deliciosa e bastante diferente, portanto, passo a receita para vocês. Além de fácil de fazer ainda é bem econômica! Ela brilhou!

Ingredientes para 8 pessoas: 1,6kg de músculo bovino, 1  1/2 cebola picada em cubinhos, 10 cebolinhas baby , 3 dentes de alho amassados, 1 lata de cerveja preta, 1 lata de pomodorini pelati ( tomate sem pele e sem semente), 1 colher de sopa de ras el hanout* . Opcional: 10 cogumelos Paris fatiados e 1 colher de sopa de mel

*Ras-el-hanout é o nome dado à uma mistura de especiarias feita no Marrocos que normalmente contém, entre outras: gengibre, cardamomo, canela, coentro, cúrcuma, páprica, cominho, noz-moscada, cravo, pimentas e sal. Se não achá-lo para comprar, tente fazer seu próprio tempero com os ingredientes que conseguir.

Dica: Esta receita foi feita no tagine, que é ótimo para fazer carnes cozidas. Se não tiver esta panela especial, faça em alguma outra que seja funda, de preferência de ferro, pois fica no mínimo 3 horas no fogo baixo.

Primeiro separe os ingredientes. Descasque os dentes de alho e as cebolas. Pique a cebola branca em cubinhos bem pequenos para que sumam no molho ao cozinhar. As cebolas baby, deixe inteiras. Amasse os dentes de alho, deixando-os inteiros. Aqueça 1 litro de água.

Esquente a panela e deite azeite para fritar a carne. Retire-a e reserve em um recipiente a parte.  Acrescente a cebola picadinha e deixe que absorva a borra da carne que ficou na panela; se precisar verta um pouco de água quente e mexa até formar um caldo. Coloque os alhos amassados mas inteiros e misture o ras el hanout. Agora acrescente a cerveja e espere que o álcool evapore. Volte com a carne para a panela, abaixe o fogo, tampe a panela e deixe cozinhar por 2hs. Verifique sempre o nível do molho: se secar, vá acrescentando, aos poucos, água quente pelas beiradas (nunca em cima da carne!)

Após 2:30hs de cozimento, acrescente os tomates pelados. Aproveite o molho precioso da lata misturando um pouco de água quente e então despeje-o na panela. Junte as cebolinhas baby inteiras.

Quando completar 3hs de cozimento, caso queira, acrescente os cogumelos fatiados e o mel. Deixe cozinhar por mais 30 minutos e está pronto!

Sirva com gnocchi de mandioquinha e um bom vinho francês.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

carne cozida Mariana