Peras a Belle Hélène

Standard

O nome em francês ainda é mais poético

Poires à La Belle Hélène (pronuncia-se puar, com o r se elevando e se perdendo no ar).

Há anos preparo esta doce delicadeza, mas só agora, escrevendo para o blog, estava a pensar quem teria criado esta sobremesa com o nome de uma mulher. Hélène…teria sido a amante do confeiteiro? Nada disto! Pois não é que nos idos de 1864 estreou com muito sucesso em Paris a ópera “La Belle Hélène” , de Jacques Offenbach, inspirada na lenda da nossa conhecida Helena de Troia, tida como uma das mulheres mais belas da história. Já naquela época, a fina flor da sociedade parisiense saia do teatro e ia badalar nos restaurantes da moda. O chef Auguste Escoffier cria então esta receita com peras cozidas em calda de açúcar e servida com sorvete de baunilha e calda de chocolate. Fez tanto sucesso que hoje, passados exatos 150 anos, a receita sobreviveu a todos estes personagens.

Na versão que faço, uso aquelas pêras mais duras e pequeninas, conhecidas como portuguesas. Preparo uma calda rala de água com açúcar e, à medida que vou descascando as peras (deixo o cabinho), coloco-as para cozinhar na calda. Assim que começam a amolecer, rego a calda com vinho tinto e deixo que as peras fiquem cozidas (testo se o garfo penetra na pera). Deixo que as pêras esfriem na própria panela do cozimento para que a calda com vinho possa entranhar.

O sorvete ideal para acompanhar é aquele de baunilha da Alessa.

Para a calda de chocolate, aquela prática que todo mundo deve saber fazer: 1 colher de sobremesa rasa de manteiga, 1 colher de sopa cheia de chocolate solúvel da Nestlé ( aquele dos fradinhos) + a mesma quantidade de açúcar, ou então 2 colheres de sopa cheias de Nescau ou Toddy e ½ a 1 xícara de café de leite. Derreta a manteiga e junte o chocolate e o açucar (ou o Nescau). Misture, junte o leite até formar uma mistura bem homogênea e deixe ferver até o ponto de calda.

Sal com Alho

Sirva individualmente, em cada pratinho ou taça, uma pêra resfriada, uma bola de sorvete e regue com a calda quente. É de se comer de joelhos, lembrando que Páris pediu, de joelhos, que Helena fugisse com ele para Troia.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-lo.

One thought on “Peras a Belle Hélène

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s