Conserva de alho

Standard

A maioria de nós brasileiros do Sudeste, como descendentes de portugueses, italianos ou espanhóis amamos alho e não deixamos de cozinhar sem ele. Tanto que o nome deste blog é “Sal com alho”, por ser a base de nosso tempero. Outras culturas nunca deixam de usar alho em sua alimentação, como a árabe e a oriental, de onde se conclui que a maior parte dos habitantes do mundo ( talvez 80% já que os chineses adoram alho). E, para a nossa sorte, o alho é fundamental para se ter uma boa saúde. Ter uma conserva de alho sempre pronta na geladeira (como os italianos fazem) é um grande “quebra-galho” , tanto para se comer pura como aperitivo quanto para adicionar a assados e outros preparos. A receita abaixo, usando pimentas e outros temperos, é sofisticada e deliciosa.

Conserva de alho

Separe estes ingredientes: 4 cabeças de alho descascados, 1 colher de chá de sal, 1 colher de chá de açúcar demerara (ou cristal), 3 folhas de louro, 10 grãos de pimenta-do-reino, 5 grãos de pimenta rosa, 3 grãos de pimenta zimbro, 3 hastes de cravo, 350 ml de vinho branco seco e 350ml de vinagre de maçã (esta quantidade equivale a 1 e 1/2 xícara de chá)

Misture todos os ingredientes em uma panelinha, com exceção do alho, e leve ao fogo, mexendo para dissolver o sal e o açúcar. Deixe ferver.

Acrescente o alho e espere ferver novamente. Quando ferver, conte dois minutos e está pronto.

Coloque o preparado em um vidro de conserva previamente bem limpo com álcool, feche bem e guarde na geladeira. Espere pelo menos 2 dias para saborear. É ótima para acompanhar pão de qualquer tipo.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo

Molhos para saladas I

Standard

Nossas 20 saladinhas lights e as demais saladas são acessadas diariamente, desde quando publicadas, por muitos de nossos seguidores – hoje mais de 70 mil pessoas em 68 diferentes países! As saladas são o nosso maior sucesso em termos de visualizações, sinal de total identificação de vocês com este blog, que tem como proposta apresentar e ensinar receitas simples de fazer para quem deseja se manter bastante saudável.

Para acompanhar saladas, hoje passamos para vocês seis dos molhos de nossa criação. São receitas pescadas na culinária internacional, adaptadas ao nosso paladar e reinventadas. Escolhemos molhos simples, com ingredientes que não podem faltar em sua casa.

Um boa opção é ter uma hortinha particular para seu uso diário – ervinhas plantadas no quintal de casa ou em vasinhos colocados na varanda ou até mesmo na janela da cozinha ou da área de serviço de seu apartamento. Assim terá temperinhos disponíveis a toda hora – o aroma e o sabor de uma erva fresca não se compara aos comprados no supermercado. São elas que dão graça e frescor às nossas saladas.

Todos os molhos a seguir apresentados são excelentes para temperar saladas de folhas. Experimente-os com os legumes e outros ingredientes indicados.

Molho Mostarda

Cozinhe um ovo por 15 minutos para obter uma gema dura. Amasse-a com um garfinho. Misture: 1 colher de sobremesa de mostarda, a mesma medida de azeite, a mesma medida de água. Tempere com 1 colher de café de molho inglês e uma pitada de pimenta do reino. Para acompanhar saladas com: batata, vagem, brócolis, couve-flor, ervilha de folha, ovos, kani, atum, queijos amarelos.

Molho Árabe

Pique miudinho: de 5 a 7 folhas de hortelã, metade de um dente de alho pequeno, o equivalente a 1 colher de chá de cebola baby roxa. Junte: 1 colher de sopa de coalhada, 1 colher de sobremesa de azeite de oliva e 10 gotas de limão. Misture tudo. Para acompanhar saladas com: tomate, pepino, cenoura, pimentões, abobrinha grelhada, rabanete, milho, alho-poró, grão-de-bico, kani, camarão, lula, queijo de cabra.

Molho de Alcaparras

Pique miudinho: 8 alcaparras, 2 pimentas biquinho e o equivalente a 1 colher de café rasa de cebola branca. Junte 1 colher de café de cenoura ralada e picadinha, 1 colher de chá de azeite e outra de vinagre de vinho branco. Para acompanhar saladas com: tomate, batata, cenoura, palmito, couve-flor, peixes brancos.

Molho Oriental

Doure em uma frigideira ½ colher de café de gergelim branco e a mesma quantidade de gergelim preto. Junte 1 colher de sobremesa de azeite de oliva, e 1 colher de café de cada um destes ingredientes: molho shoyo, mel e vinagre de vinho tinto. Misture tudo. Para acompanhar saladas com: tomate cereja, cogumelos, abobrinha grelhada, ervilha de folha, broto de feijão, alho-poró, baroa, chuchu, frango, kani, camarão, lula, atum.

Molho Tabasco

Misture: 1 colher de sopa de suco de laranja, 1 colher de chá de azeite de oliva, 1 colher de café de aceto balsamico. Tempere com uma pontinha de colher de café de pimenta tabasco. Para acompanhar saladas com: tomate, batata, cenoura, pimentões, vagem, brócolis, couve-flor, abobrinha grelhada, ervilha de folha, rabanete, milho, baroa, chuchu, frango, queijos.

Molho de Maracujá

Pique miudinho: o equivalente a 1 colher de café rasa de coentro ( pode ser salsinha e cebolinha verde). Acrescente: 1 colher de sopa de iogurte sem sabor, 1 colher de sobremesa de suco de maracujá doce, 1 colher de café de azeite de oliva e a mesma quantidade de vinagre de vinho branco. Para acompanhar saladas com: frutas cítricas, abacate, cenoura, palmito, aipo, couve-flor, milho, alho-poró, frango, camarão, lula.

Quer estas receitas impressas? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-las.

Dica – O Famoso ‘Sal com Alho’

Standard

Sal & Alho

O Sal e o Alho são ingredientes tradicionais e indispensáveis para a cozinha brasileira e a mediterrânea. E é por isso que prestamos a devida homenagem a este par perfeito ao escolhermos o nome para o nosso blog! Na culinária mineira, a pasta de sal com alho é o curinga no preparo de muitos pratos. Aí vai a dica de como prepará-la na medida certa:

Para cada dente de alho use uma colher de chá de sal. Atenção: dente é o gominho; a cabeça é o alho inteiro, com todos os gominhos.

A vida moderna nos trouxe vários gadgets (ou apetrechos) para debulhar, descascar e amassar o alho. Mas nós preferimos mesmo o bom e velho pilão.

Separe os dentes de alho, o sal, uma faca pequena e afiada, uma tábua para cortar e um pilão de pedra, madeira ou acrílico, como preferir.  Importante: separe um pilão só para esta função, pois o cheiro de alho vai ficar pra todo o sempre.  Epa! Não vá confundir com o da caipirinha.

Para descascar mais fácil: Dê uma pancada no dente de alho, com a casca e tudo, utilizando o bastão do pilão. Corte as pontas e aí a casca sairá facilmente. Se estiver com paciência e desejar economizar tempo (e braço) já corte o dente de alho em pedacinhos. Se quiser descontar a raiva de alguém, jogue os dentes de alho inteiros e descascados no pilão, o sal por cima e bata com força! A mistura deve ficar totalmente pastosa e ligeiramente úmida. Faça uma quantidade que dure alguns dias; fora da geladeira pode ser conservado por até 10 dias.

Atenção: Esta é só a base do tempero, dependendo da receita, deverá acrescentar mais sal.

 

Quer esta dica impressa? Baixe o PDF.

Molho de tomates

Standard

Este molho é o maior quebra-galho que você pode ter na cozinha. Serve como base para muitas receitas, é o próprio molho  para um spaguetti al sugo, pode fazer um Bloody Mary fantástico e até uma deliciosa sopa creme de tomates.

O segredo são os tomates, que devem ser do tipo italiano e estarem absolutamente maduros. Para 10 tomates, junte uma cebola grande, ½ xícara de café de azeite, 3 dentes de alho, ½ xícara de café de ervas frescas: salsinha, cebolinha e manjericão. Não ponha sal nem açúcar.

Em uma panela grande, refogue tudo no azeite. Coloque água quente até tampar a mistura e deixe cozinhar no fogo baixo. Se o molho começar a secar, vá pingando água, sempre fervendo, até que os tomates fiquem cozidos. Espere esfriar e bata tudo no liquidificador.

Ponha no congelador em pequenos potes de plástico e vá passando para a geladeira à medida do uso.

O molho não tem tempero porque se você adicioná-lo a uma receita que já está temperada pode ficar muito salgado e lembre-se que sal e/ou tempero demais não tem jeito de tirar!

Quer esta receita impressa? Clique aqui.

Dica – Caldo de Carne com legumes

Standard

É muito prático e super saudável ter este caldo pronto para usar. Torna as suas receitas muito mais saborosas e você ganha um tempo enorme no preparo!

Sabe aquelas aparas de carne que ia jogar fora? Guarde. Sabe aquelas cascas e restos de legumes crus que também iriam para o lixo? Não vão mais. Coloque dentro da panela de pressão: ½ quilo de aparas de carne fresca (ou acabada de descongelar), 1 cenoura, 1 cebola, 3 dentes de alho, ½ tomate. Cascas de batata, de baroa, de abóbora, folhas de alho poró e o que mais tiver de resto de legumes. Encha a panela de água até ¾ da altura. Não ponha sal. Pronto, coloque para cozinhar até a carne ficar macia – depois que a panela apitar deixe mais uns 20 minutos.

Ponha a panela sob o jato d’água e deixe que acabe a pressão. Coe o caldo depois que esfriar. Aí tem duas opções: guarde o caldo no congelador dentro de um pote de plástico ou entorne dentro de uma forma de gelo e ponha para gelar. O pote ocupa menos espaço, mas você terá que se lembrar de descongelá-lo antes de usar e isto nem sempre acontece. Na forma, tem a vantagem de tirar na hora só o que vai usar.

O resto de carne e legumes que ficou na peneira vão pra barriga do seu cachorro, assim não desperdiça nadinha.

O Planeta Terra agradece!

Quer esta dica impressa? Clique aqui.

Molho Branco ou molho bechamel

Standard

Molho branco ou bechamel

Molho para quatro pessoas:

Ingredientes: 1 colher de sopa de manteiga, a mesma medida de farinha de trigo,  1/2  cebola pequena ralada, 2 xícaras de leite morno; tempero: sal, pimenta do reino branca e nós moscada.

Doure a manteiga com a cebola na panela, em fogo médio.  Não deixe que a cebola passe do tom de champagne. Junte a farinha de trigo ( já tostada* à parte) aos poucos e mexa com a colher de pau até formar uma massa consistente e homogênea. Se começar a tostar antes de estar lisinha, mexa fora do fogo. Não deixe escurecer. Acrescente o leite morno aos poucos e continue mexendo. Abaixe o fogo e deixe cozinhar até que comece a borbulhar. Então desligue. Tempere a gosto.

*coloque a farinha em uma frigideira e leve ao fogo médio, mexendo sempre, até começar a ficar levemente bege. Desligue e continue mexendo até esfriar. Cuidado para não escurecer.

Incremente o seu molho branco acrescentando 1 xícara de creme de leite um pouco antes de servir. Nunca deixe ferver.

Molho bechamel com gema

Tire a pele de uma gema* e coloque-a numa xícara, bata ligeiramente. Assim que o creme bechamel ( sem creme de leite) estive pronto, retire-o do fogo, bata para esfriar e misture a gema. Volte ao fogo até começar a borbulhar. Se perder a consistência líquida, acrescente mais leite até o ponto desejado.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.