Bolo de mandioca e coco sem glúten

Standard

Mandioca e coco são produtos que nos remetem aos tempos do Brasil Colônia, quando a corte de D. João VI ainda não havia chegado ao Brasil e introduzido a farinha de trigo na nossa alimentação. Até então, os bolos e quitutes eram feitos com mandioca e milho, produtos nativos da terra brasileira. O coco foi introduzido no país logo quando aqui chegaram os primeiros negros vindos da África, junto com a cultura da cana-de-açúcar, e se espalhou rapidamente pela costa brasileira. São alimentos que fazem parte da nossa cultura genuína.

Esta receita, inspirada nesses ingredientes, se encaixa na linha fitness de comida saudável, sendo um excelente substituto – sem glúten- para os bolos tradicionais que levam farinha de trigo.

Bolo de mandioca e coco sem glúten

Veja os ingredientes que vai usar: 2 xícaras de mix de farinha sem glúten *(ou 1 de farinha de arroz + 1 de fécula de batata), 2 colheres de linhaça, ½ xícara de óleo de coco, ½ a 1 xícara de açúcar demerara ( pode ser açúcar cristal),
1 xícara de mandioca cozida e amassada**, ¾ xícara de coco ralado, 1 xícara de leite nolac (pode ser de leite de amêndoa) e, por último, 1 colher de sopa de fermento químico. (obs: todas as medidas são de xícara de chá).

Pré-aqueça o forno a 200 graus.

Misture todos os ingredientes, com exceção do fermento. Se necessário, acrescente água aos poucos até a massa ficar em ponto de massa de bolo e dar liga. Depois de bem misturada, junte o fermento e misture.

Unte a forma com óleo comum e despeje a massa.

Leve ao forno por 30 minutos ou até verificar que o bolo está dourado nas laterais e cozido por dentro (faça o teste do palito perto do centro).
Está pronto!

* gosto do mix da FSG e da Beladri.
**cozinhe a mandioca no vapor e retire o excesso de água, desprezando as fibras ao amassar (veja na foto)

Bolo de Reis para intolerantes

Standard

Uma das razões de pessoas do mundo inteiro gostarem tanto deste blog é porque estamos sempre inventando novas receitas para quem tem problemas de intolerância ou alergia à glúten e à lactose, ou pior, às proteínas do leite – o que é o meu caso.

Por isto, compreendo perfeitamente a vontade dessas pessoas de comer muitas coisas gostosas que para nós se tornaram alimentos proibidos. Só que, como não me conformo de ver o que não posso comer e ficar só na vontade, sempre consigo fazer substituições e ter a grata surpresa de preparar e degustar alimentos deliciosos! Nessa experiência conto com a grande ajuda de minhas filhas, sempre me surpreendendo com ótimas receitas que experimentam e me trazem de presente. Esta receita foi feita pela minha filha mais velha como presente de Dia dos Reis para mim.

Bolo de frutas secas sem glúten e sem lactose

Ingredientes para um bolo pequeno (para um bolo maior, dobre a receita): 1 xícara de chá de mix de farinha sem glúten (use a marca Beladri ou 1/2 farinha de arroz e 1/2 fécula de batata), 1 xícara de café de açúcar mascavo peneirado, 1 colher de chá de canela,1 xícara de café de óleo vegetal, 2 ovos. Frutas secas: 1 xícara de café de passas pretas e outra de passas brancas, a mesma quantidade de amêndoas descascadas e laminadas, 5 damascos secos picadinhos, 1 colher de sopa de fermento químico, água bastante para dar liga (2 colheres de sopa, dependendo do tamanho dos ovos) e 1 colher de sobremesa de açúcar demerara.

Inicie o preparo untando uma forma de bolo pequena com um filete de óleo (passe um guardanapo para tirar o excesso e uniformizar) e farinha polvilhada. Reserve.

Aqueça o forno a 200 graus.

Misture a farinha, o açúcar mascavo e a canela. Acrescente o óleo e os ovos e mexa até ficar uniforme. Adicione 3/4 das passas, amêndoas e damascos. Reserve o restante.

Depois que tiver misturado tudo, veja o quanto adicionar de água – a massa deve ficar nem muito líquida, nem muito espessa. Adicione o fermento e misture bem, delicadamente.

Pingue um pouco de óleo (usamos o óleo de coco) no fundo da forma já untada e polvilhada. Polvilhe com o açúcar demerara para fazer uma finíssima camada. Distribua no fundo da forma as passas, amêndoas e damascos restantes (veja a foto).

Despeje a massa do bolo na forma e dê umas pancadinhas leves para nivelar (ou faça isso com as costas de uma colher).

Leve ao forno por 30 minutos ou até verificar que o bolo está corado e assado. ( faça o teste do palito e veja se sai limpo).

Obs: não abra o forno antes de, pelo menos, 20 minutos de cozimento.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Bolo de coco e acerola

Standard

Todo sábado faço um bolo para o café da manhã. Para permitir-me algumas extravagâncias no final de semana, prefiro fazê-lo sem glúten, sem lactose e sem ovos. Assim começo o dia com uma refeição bastante saudável e deixo os excessos para mais tarde. Aproveito ainda o que sobra do bolo para montar algum lanche da semana*.

Neste dia surpreendi-me com a falta de ingredientes disponíveis – não tinha nenhuma fruta, cenoura, farinha sem glúten ou fubá. Só achei umas lasquinhas de coco natural congeladas.
Sempre tenho alguma polpa de fruta congelada (para disfarçar o gosto do suco verde, confesso) e então resolvi arriscar e inventar uma receita nova. Não é que ficou uma delícia?

Bolo de coco e acerola – sem glúten, sem lactose e sem ovos

Ingredientes: 2 xícaras de chá de farinha de arroz, 3/4 de xícara de chá de açúcar demerara ( ou cristal), 3/4 de xícara de chá de óleo de coco (ou outro de sua preferência), 3 colheres de sopa de farinha de linhaça + 6 colheres de sopa de água, 1 polpa congelada de acerola, raspas de coco natural ralado, 1 colher de sopa de fermento.

Aqueça a polpa no microondas para descongelar. Pique o coco retirando a casca. Em uma tigela tipo bowl junte a farinha e o açúcar. Acrescente  o óleo, a polpa e a mistura de água e linhaça. Misture tudo e veja a consistência: deve ser líquida mas levemente pastosa. Se precisar, adicione água aos poucos até o ponto certo (não deixe que fique aguada).

Junte o coco picado e, por último, o fermento. Misture bem para a massa ficar uniforme.

Unte a forma de bolo antes de despejar a massa. Leve ao forno por 30 minutos a 200 graus ou até que fique levemente corado. Pode fazer o teste do palito, mas retire a forma do forno com cuidado para não se queimar e espete-o no meio do bolo. Se sair limpo é porque está pronto. Espere esfriar para desenformar.

* Receita da filha blogueira casada que leva marmita feita em casa para o trabalho todos os dias.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Bolo de Cenoura para Intolerantes

Standard
Esta receita de bolo foi feita especialmente para os intolerantes ao glúten e à lactose (ou ao leite) mas, ainda que você não tenha restrições, experimente substituir a farinha de trigo por outras farinhas mais saudáveis no seu dia-a-dia. A rotatividade alimentar é muito importante para evitar intolerâncias futuras.
Separe uma forma de cupcakes ou muffin, uma espátula de silicone, uma tigela grande e o liquidificador.
Você vai precisar de: 2 cenouras médias, 1  xícara de óleo vegetal, 3 ovos*, 1 xícara e meia de açúcar demerara, 1 xícara de mix de farinha sem glúten,
1 xícara de fécula de batata, 1 pitada de sal, 2 colheres de sopa de fermento em pó (sem glúten).
*Substituimos os ovos pela linhaça mas você pode fazer como quiser (para cada ovo misture a parte 1 colher de sopa de linhaça moida e 2 colheres de sopa de água).
Antes de tudo, pré-aqueça o forno a 180 graus. Unte a forma que irá usar com óleo ou spray desmoldante e polvilhe com farinha para não grudar.
Rale a cenoura e bata no liquidificador com os ovos** (ou a linhaça misturada com água) o óleo e o açúcar. Passe a mistura para uma tigela, junte as farinhas e uma pitada de sal misturando tudo. Ao final, junte o fermento.
Agora é só despejar a massa na forma e colocar para assar. Deixe no forno por cerca de 20 minutos ou até passar no teste do palito – insira um palito de madeira no bolo, se sair limpo está pronto.
Apesar de não ter glúten esse bolo cresce bastante, mas ficam aqui duas dicas preciosas para deixar qualquer bolo mais fofinho:
** – se usar ovos, misture as gemas com os ingredientes secos e acrescente as claras batidas em neve à parte aos poucos, no final de tudo.
– misture 1/2 maçã batidinha à massa para um bolo mais fofinho e úmido (ajuda também a fazer crescer a massa pois bolos sem glúten tendem a ficar ressecados).
-se o seu forno não for de convecção (que faz circular o ar por dentro), coloque uma assadeira maior embaixo no andar de baixo do forno, abaixo da forma do bolo na hora de assar pois isso impedirá que o bolo queime por baixo e nas laterais antes de dourar por cima.
Faça na forma de cupcakes e use para o lanche das crianças! Apesar de não ser criança levo na marmita para o meu trabalho. Com um chá gelado tenho um lanche saudável no meio da tarde!
Uma contribuição da #colaboradoracasada

 

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Bolo de maçã com canela

Standard

Adoro tomar um chá à noite antes de ir dormir nessas noites frias. Para acompanhar, nada melhor que um pedaço de bolo de maçã, pois é leve e esta fruta tem poderes relaxantes. O bolo é bem fácil de fazer e ainda se aproveita as maçãs que passaram a semana inteira no cesto de frutas sem ninguém ligar pra elas. Prefiro as maçãs Gala, pois tem mais suco.

Bolo de maçã com canela

Faça uma compota com 3 a 4 maçãs, dependendo do tamanho. Para fazer a compota, coloque 3 a 4 xícaras de água para ferver com 2 colheres de sopa de açúcar cristal. Descasque as maçãs, pique em lascas finas e ponha imediatamente na calda. Acrescente 3 cravinhos da índia. Quando os pedaços estiverem macios, escorra em uma peneira o caldo que ainda houver e reserve.

Ingredientes da massa do bolo: 1 xícara de chá de farinha de trigo (ou farinha sem glúten*), 1 xícara de chá de açúcar cristal, ½ xícara de chá de óleo, 4 ovos,1 colher de sobremesa de fermento em pó, 1 colher de café de extrato de baunilha e 1 colher de chá rasa de canela em pó.

Vai precisar de liquidificador, batedeira, espátula e um tabuleiro grande ou forma de bolo.Pré aqueça o forno a 250 graus.

Bata ligeiramente a compota de maçãs no liquidificador de modo a ainda deixar pedaços. Tire e reserve. Separe as claras das gemas. Bata no liquidificador as gemas, o açúcar e o óleo. Despeje o creme batido na batedeira e então junte a farinha, a baunilha e a canela. Bata em maior velocidade para obter uma massa homogênea e depois bata em velocidade menor até a massa ficar bem lisa. Agora junte a compota de maçãs batida e misture com a espátula.

Lave as pás da batedeira e bata em separado as claras em neve. Em seguida, junte as claras batidas à massa, bem de leve, usando a espátula. Por último, misture o fermento delicadamente. Escolha uma forma de bolo com furo no meio ou um tabuleiro grande e baixo. Unte fundo e lateral com pouco óleo e despeje a massa por igual. Baixe a temperatura do forno para 200 graus. Asse o bolo por 30 a 40 minutos.

Assim que sentir o aroma do bolo, verifique se já corou. Desligue o forno. Retire o bolo imediatamente e cubra a assadeira com um pano. Depois de frio, se fez o bolo em forma redonda com furo, desenforme. Se fez no tabuleiro, deixe esfriar e depois corte o bolo em quadrados de aproximadamente 5 x 5 cm e passe-os para outro recipiente. Fica muito mais gostoso se passar os pedaço de bolo em uma mistura de açúcar refinado e canela ( porém ingere-se mais açúcar, é claro).

* para quem tem alergia a glúten, o melhor substituto da farinha de trigo para bolos é o mix de farinha da Aminna que leva farinha de arroz e féculas de milho e de mandioca.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-lo.

Bolo de chocolate sem glúten nem lactose

Standard

Sem dúvida, este é o bolo predileto de 8 entre cada 10 pessoas. E, para os alérgicos a glúten e lactose, que frustação ver nas vitrines das confeitarias as provocantes tortas de chocolate e não poder comer! Mas não fique triste, pelo menos a base do bolo de chocolate posso passar para você. Ainda não consegui um recheio satisfatório que tenha por base o doce de leite ou o leite condensado (e não dá para comprar 5 litros de leite Lacfree e ficar esperando cozinhar lentamente até que vire 1 litro de doce de leite, mas se você estiver afim, faça e me mande um pouquinho de presente!). Porém, há boas opções de recheio, como geleias de frutas, creme de gemas feito com leite sem lactose e amido de milho, brigadeiro feito com leite e chocolate sem lactose, cocada, nutela, pastas de nozes, de amendoim…e deixa a imaginação rolar. Para o dia-a-dia, bom mesmo é o bolo de chocolate simples, para acompanhar chá ou café nos fins de tarde de temperatura mais amena.

Bolo de chocolate

Verifique se tem o que precisa: 3 xícaras de chá de farinha sem glúten*, 1 xícara de chá de chocolate em pó sem lactose**, 1 1/2 xícara de chá de açúcar, ¾ de xícara de chá de óleo, 3 ovos, 1 xícara de chá de leite zero lactose*** ou iogurte LacFree, 1 colher de sobremesa cheia de fermento em pó.

Tire do armário o liquidificador, a batedeira e uma espátula. A forma de assar depende do tipo de bolo que quer fazer: se o tradicional, com um furo no meio, escolha uma forma tamanho 18 ou 20. Se for cortar em quadros, escolha um tabuleiro padrão (24×35 cm) Se quiser recheado, vai precisar dividir a quantidade de massa em 2 ou 3 porções e assar em separado.

Pré aqueça o forno a 250 graus.Separe as claras das gemas dos 3 ovos. Bata no liquidificador: gemas, óleo e leite. Despeje este creme na vasilha maior da batedeira. Acrescente o açúcar, o chocolate e a farinha e misture. Bata em maior velocidade para obter uma massa homogênea e depois bata mais um pouco em velocidade mais baixa para a massa ficar bem lisinha.Na vasilha menor da batedeira, bata as claras em neve. Junte bem de leve as claras à massa e, por último, misture o fermento, de leve, até que se incorpore à toda a massa. Unte a assadeira escolhida com óleo e despeje a massa. Diminua a temperatura do forno para 200 graus e asse o bolo por 30 a 40 minutos. Quando sentir aquele cheirinho bom de chocolate, verifique se o bolo está corado por cima. Então desligue, retire o bolo do forno imediatamente e cubra a assadeira com um pano até que esfrie. Só tire o bolo da forma depois de quase frio.

* o melhor substituto da farinha de trigo para bolos é o mix de farinha da Aminna que leva farinha de arroz e féculas de milho e de mandioca.

** o mais gostoso é o chocolate em pó da Nestlé- aquele dos fradinhos.

***prefiro o leite zero lactose da Piracanjuba.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-lo.

Laranja com chocolate

Standard

Esta é uma mistura sensacional, tanto que as melhores marcas de chocolate do mundo a têm como destaque. Ganhei uma linda caixa de chocolate da Lindt, com o nome de Orange Intense. Pastilhas de chocolate negro com recheio de laranja e amêndoas lascadas. O aroma! Ai, de arrepiar! Como sempre, fui ler os ingredientes e lá estava o veredito: Lactose! Ou seja, para mim, assunto proibido. Ficou na vontade…

Mentira! Tratei de ir à Alessa, minha sorveteria predileta, comprar aquele sorvete de chocolate puro cacau incrivelmente cremoso que não tem leite! Comprei ainda as lascas de amêndoa e cascas de laranja cristalizadas e vim pra casa fazer o …

Bolo de laranja

Fui logo tirando do armário e separando: 3 xícaras de chá de farinha sem glúten*, (se você não tem alergia a glúten, use farinha de trigo mesmo), 1 xícara de chá de açúcar cristal, ¾ de xícara de chá de óleo, 3 ovos, 4 laranjas pera carioca grandes e bonitas, 1 colher de sobremesa de fermento em pó e as lascas de amêndoas.

Coloquei em cima da bancada: liquidificador, batedeira, espátula e forma de assar bolo.

Pré aqueci o forno a 250 graus. Comecei separando as claras das gemas dos 3 ovos. Bati no liquidificador as gemas, o óleo e o caldo das 4 laranjas. Despejei todo o creme batido no recipiente maior da batedeira, juntei a farinha e o açúcar e bati até ficar bem lisinho. Bati, em separado, no recipiente menor, as claras em neve. Juntei as claras à massa, acrescentei as lâminas de amêndoa (½ xícara de café) e, por último, misturei bem o fermento, de leve. Untei uma assadeira retangular com um tiquinho de óleo e ajeitei a massa. Diminui a temperatura do forno para 200 graus e deixei o bolo assar por 30 minutos.

Enquanto isto, resolvi incrementar e fazer uma calda. Coloquei na frigideira 1 colher de sobremesa cheia de açúcar cristal e esperei derreter até ficar escura. Joguei por cima 1 copo de suco de laranja misturado meia-a-meia com água e fui desfazendo, com uma colher de pau, até conseguir uma calda rala e perfeita. Busquei o Cointreau e coloquei meia tacinha. Misturei e desliguei. Hum, que aroma delicioso! Tirei o bolo do forno e coloquei a calda por cima.

Mal esperei o bolo esfriar e o cortei em quadros. Tirei um, coloquei no prato, adornei com 2 bolas do chocolate e as cascas de laranja. Dois segundos para tirar a foto e me vinguei, com glória, da caixa de chocolates!

* o melhor substituto da farinha de trigo para bolos é o mix de farinha da Aminna que leva farinha de arroz e féculas de milho e de mandioca.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-lo.