Peixes

Standard

Comer peixe é bastante recomendado pelos nutricionistas. Aqui estão algumas receitas fáceis de fazer, tanto para o seu dia-a-dia como para uma ocasião especial.

As receitas com salmão são para ser feitas, preferencialmente, com salmão ou truta salmonada. Quanto às receitas com outros peixes – como linguado, dourado, pescada, robalo, tilápia, etc.- poderá fazê-la com um peixe similar.

Veja também as receitas com bacalhau e com frutos do mar ( camarão, lula, polvo, vieiras, etc.)

PEIXES

Filé de peixe – grelhar, fritar ou assar?

Ceviche de peixe do La Mar ( Peru)

Escabeche de peixe

Salmão com aspargos e arroz de brócolis

Salmão à Belle Meunière

Salmão crocante ao mel e mostarda

Salmão com crosta de ervas

Salmão com crosta de amêndoas ou com crosta de gergelim

Filé de peixe à Provençal (tomate e alho)

Filé de peixe assado com cogumelos, alcaparras e tomatinhos

Badejo ao molho de maracujá e pimenta rosa

Robalo com cebolas e tomates cereja

Robalo com crosta de pistache

Tilápia com crosta de macadâmia

Peixada com molho de camarão

Surubim com camarão

Tambaqui recheado com ervas e assado ( Amazônia)

Tucunaré de Marabá ( Pará/ Brasil)

Truta salmonada assada com tomates (Peru)

Badejo ao molho de camarão com ají picante ( Peru)

Peixe à Hanoi ( Vietnan)

Peixe à Cambojana ( Amok Fish)

 

Guarnição

Standard

Chamamos de guarnição os pratos quentes que acompanham peixes, aves ou carnes. Há também opções veganas e para intolerantes a glúten e a lactose.

Neste capítulo reunimos pratos como purês, suflês, farofas, legumes recheados e assados, e outros, elaborados com abobrinha, abóbora, alho poró, banana, beringela, cogumelos, couve, cuscuz de legumes, espinafre, feijão, jiló, milho, ovos e pimentão e tomate.

Veja também os capítulos de: saladas, saladas light, arroz e risotos e de receitas com batatas.

Abobrinha grelhada

Purê de abóbora moranga

Suflê de alho poró 

Purê de banana da terra

Beringela a milanesa

Beringela a napolitana

Beringela a parmegiana

Canoinha de beringela

Cogumelos Portobelo recheados

Cogumelo com tofu e tomate seco

Couve a mineira

Cuscuz

Bolinho de espinafre

Creme de espinafre

Suflê de espinafre e parmesão 

Feijão

Feijão tropeiro

 

Tutu de feijão

Jiló recheado acebolado

Lentilhas

Creme de milho

Ovo frito

Ovos mexidos

Farofa de ovos

Farofa de biju de milho

Farofa de banana

Pimentão recheado com beringela

Pimentão recheado com quinoa e legumes

Quinoa com trigo tipo risoto 

Caçarola de quinoa, ervilha de folha e ovos

Risoto de quinoa com legumes

 

Suflê de legumes sem glúten e lactose

Tomate recheado com quinoa e atum 

 

 

Batata

Standard

Batata é uma unanimidade, difícil quem não goste! Originária dos Andes sul-americanos, foi levada à Europa pelos colonizadores espanhóis. A princípio, foi considerada um alimento impróprio e impuro, só porque crescia debaixo da terra. Porém, segundo a lenda, Antoine Parmentier, agrônomo e chef do rei Luiz XV, introduziu-a na França, com sucesso, por volta dos anos 1770. Desde então,  tornou-se tão popular que hoje é o quarto alimento mais consumido no mundo!

 

Veja nossas receitas:

Batata como aperitivo

Causa peruana

Papas bravas espanholas

Salada alemã de batatas

Batata frita

Batata palha

Batata dourada

Batata gratinada

Batata ao murro portuguesa

Purê de batata inglesa

Purê de três batatas

Tortilla de batatas espanhola

Gnocchi ou nhoque

Escondidinho

 

Ver também:

Saladas

Caldos, cremes e sopas

Caldo de moranga com camarões

Standard

É incrível a versatilidade deste caldo, ou creme, que pode ser feito com abóbora moranga, abóbora paulista ou abóbora japonesa (a denominação pode variar dependendo do lugar). Pode ser servido quente, no inverno, dentro da moranga ou em cumbucas ( para não esfriar) e também fica ótimo servido frio, em taças, no verão. Fica sofisticado e delicioso feito com camarões, especialmente se flambados, em uma versão afrancesada. À mineira, o caldo é feito apenas com abóbora e depois de pronto acrescenta-se carne seca desfiada e cebolinha verde. Experimente as variações sugeridas.

Caldo de moranga com camarões e outras variações

Ingredientes para 4 pessoas: 400 gr. de abóbora moranga, já sem a casca e o miolo entranhado com as sementes. Calcule de 4 a 8 camarões por pessoa, dependendo do tamanho. Mais: 3 colheres de óleo, manteiga ou azeite, 1 cebola grande picada, 1/3 de pimentão vermelho e a mesma quantidade de pimentão amarelo, também picados, 1 colher de chá de sal com alho. Temperos: sal, pimenta e especiarias a gosto e à escolha.

Variações para acrescentar ao caldo depois de pronto:

– 1 xícara de café de leite de coco e raspas de gengibre, se quiser dar um toque baiano. Capriche na pimenta malagueta.

-1 xícara de café de creme de leite ou de requeijão de copo, se quiser um toque francês. Tempere com pimenta do reino branca e noz moscada.

– 1 colher de café (ou de chá) de curry, outra de açafrão e raspas de gengibre, se quiser um gostinho indiano.

– outro tempero ótimo: uma pitada de páprica doce.

Se for fazer a receita com camarões, o primeiro passo é temperá-los ( já limpos, claro) com antecedência de uma hora (antes de começar a fazer o caldo) com sal e limão. Depois de meia hora no tempero, coloque-os na peneira para escorrer a água. Obs.: se ficarem com água na hora de fritar, irão ficar borrachudos.

Cozinhe e pique a abóbora.

Escolha a panela onde vai fazer o caldo. Esquente 2 colheres de azeite e frite os camarões, já bem escorridos, até ficarem vermelhos. Se der água, retire-a e reserve (depois, acrescente-a de novo ao caldo cozido). Se for fazer a versão afrancesada, flambe-os com 1 concha rasa de conhaque aquecido. Retire os camarões e reserve-os.

Na mesma panela, acrescente mais azeite, frite a cebola, os pimentões picados e o sal com alho, nessa ordem. Raspe bem o fundo da panela até limpar a borra do camarão (se precisar, pingue água quente). Acrescente a abóbora já cozida, junte água quente (cerca de 2 xícaras), deixe fervendo, em fogo baixo, até que fique tudo bem cozido e abóbora tenha desmanchado. Deixe esfriar um pouquinho e bata no liquidificador até obter um caldo bem homogêneo.

Volte com a caldo para uma panela limpa, junte mais água quente se precisar ralear, tempere e acrescente os ingredientes que quiser* (veja as variações) Junte os camarões e deixe ferver para misturar o gosto. Volte a esquentar antes de servir.

* exceto creme de leite, que só deve ser misturado um pouco antes de servir.

Arroz, risotos e outros

Standard

Arroz é o alimento mais consumido no mundo. No Oriente, o arroz faz parte da alimentação básica, correspondendo, em alguns países mais pobres, a mais da metade do alimento consumido diariamente. No Brasil, também faz parte da alimentação básica diária. O prato brasileiro tradicional – o famoso PF – tem arroz, feijão, ovo, carne e salada.

Neste capítulo, apresentamos algumas das receitas mais tradicionais brasileiras e internacionais, como o famoso risotto italiano e a paella, bastante apreciados no Brasil.

ARROZ

Receita básica de arroz

Montinho de arroz perfeito

Arroz com brócolis

Arroz de carreteiro

Arroz com suã ( costelinha de porco)

Arroz de pato

Arroz de polvo ao vinho

Arroz com lentilhas

Arroz com grão-de-bico

Arroz frito ( receita do Sudeste Asiático)

Arroz tailandês com camarões, servido no abacaxi

 

RISOTO ( Risotto, em italiano) 

Risotto – regras básicas

Risoto de alcachofras com linguicinha

Risoto ao açafrão

Risoto ao limão siciliano

Risoto de abobrinha e queijo minas e outras variações

Risoto de aspargos

Risoto de cogumelos silvestres

Risoto negro de cogumelos ao vinho

Risotto ai funghi ( com carne cozida e cogumelo secos)

Risoto com camarões e aspargos verdes

Risoto com cogumelos, camarões e aspargos

Risotto ai frutti di mare ( risoto de frutos do mar) 

Risoto de pato

 

PAELLA

Paella Valenciana

Paella de legumes espanhola

Paella de pato à espanhola

 

OUTRAS RECEITAS

Mexido

Bolinho de arroz

Canja de galinha

 

 

Torta Amanditas

Standard

Minha família ama essa torta e é tão fácil de fazer que você pode deixar as crianças mostrarem seus dotes culinários precoces na cozinha. Alguma coisa útil e divertida para fazer nas férias escolares! A mesma receita pode ser feita com bombom tipo Sonho de Valsa, com Kit-Kat , com Bis e outros assemelhados.

Torta Amanditas

Primeiro separe os ingredientes:

Para o creme branco: 200 gr. de leite condensado, 200 gr. de creme de leite, 2 ½ xícaras de leite, 2 colheres de sopa de farinha de trigo, 1 colher de sopa de manteiga sem sal derretida no micro ondas, 1 colher de café de extrato de baunilha.

Para o creme de chocolate: 200 gr. de creme de leite, 200 gr. de chocolate meio-amargo (40%)

Para finalizar: 1 caixa de amanditas e raspas de chocolate.

Comece torrando a farinha de trigo em uma frigideira. Na verdade, não é torrar, basta espalhar a farinha na frigideira e dar umas sacudidelas sobre o fogo. Assim que começar a mudar a cor, para bege claro, e você sentir o cheirinho gostoso da farinha torrando, desligue e retire, imediatamente, da frigideira.

Misture em uma panela: a farinha torrada, a manteiga, o leite, o leite condensado, o creme de leite e o extrato de baunilha. Depois de bem misturado, leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até formar um creme homogêneo. Se encaroçar, não fique triste, é só usar o mixer!

Agora prepare o creme de chocolate: tome uma travessinha refratária, quebre a barra de chocolate em pedaços e leve ao forno micro ondas por um minuto. Verifique se derreteu, se não, mexa e volte ao forno por 20 ou 30 segundos. Cuidado para não queimar. Retire do forno e misture com o creme de leite.

Corte as amanditas em quatro partes. Se for usar outro tipo de bombom, corte-o em pedaços. Raspe um pedaço de uma barra de chocolate para a cobertura da torta (opcional). Pode também usar aquelas bolinhas de chocolate ou M&Ms.

Escolha a travessa que irá servir a torta. Forre o fundo com a metade do creme branco. Espalhe, por cima, metade das amanditas. Cubra com a metade do chocolate. Repita, colocando o restante do creme branco, do creme de chocolate e cobrindo com as amanditas e as raspas de chocolate. Leve à geladeira por, no mínimo, quatro horas antes de servir.

Massas

Standard

Apresentamos as receitas de pastas (ou massas, como se diz no Brasil), divididas em duas categorias  principais: feitas com pastas industrializadas (secas ou frescas) e feitas com massa feita em casa, a partir de farinha de trigo e ovos.

A- Pastas industrializadas (as que você compra prontas)

Dica: cozimento de pastas

B – Pastas caseiras (para você fazer a massa em casa)

Dica: como fazer pasta caseira

Cada receita apresenta um molho diferente. É importante saber que a maioria desses molhos pode ser servida com outros tipos de massas. Varie as combinações e terá infinitas receitas!

A – Pastas industrializadas

  1. Para servir com molhos: 

Dica: molho bechamel ( ou branco)

Dica: molho de tomates caseiro

 

Nossas receitas: 

Fettuccine a Carbonara

Fettuccine ao molho branco de limão siciliano

Lasagna com molho bechamel e molho de carne

Lasagna com  frango e muçarela

Penne ao molho de camarões

Penne ao molho vermelho de salmão, cogumelos e alcaparras

Penne ao bechamel com alcachofras e presunto de Parma

Penne ao molho vermelho de carne e alcachofras

Ravioli de muçarela ao creme de aspargos verdes e camarões flambados

Rondelli recheado com queijo ao molho bechamel gratinado

Spaghetti Primavera

Spaghetti a bolognesa

Spaghetti ao molho de tomates com camarões, alho poró e alcaparras

Tagliatelle ao molho bechamel com cogumelos

Tagliatelle ao brócolis e funghi (cogumelos secos)

Tagliatelle ao pomodoro (tomates) e camarões

Spaghetti a Salermitana

 

3. Com pasta de arroz:

Pad Thai tailandês

Vermicelli tailandês com lombo, coco, manga e curry verde

 

3. Para rechear:

Canelone gratinado aos quatro queijos

Conchiglione ao bechamel gratinado recheado com queijo e ervas

Conchiglione recheado com ragú de cordeiro

 

Algumas das receitas abaixo podem também ser feitas com pastas frescas compradas prontas:

B- Pastas caseiras:

Gnocchi ou Nhoque?

Gnocchi de beterraba ao pesto de sálvia

Gnocchi de mandioquinha salteado com ervas finas

Fettucine verde ao creme de ricota

Lasagna recheada com ragú de cordeiro e pesto de hortelã

Pappardelle com ragú de ossobuco

Pappardelle com ragú de javali

Ravioli recheado com lombo de porco ao molho bechamel

Ravioli recheado com banana-da-terra ao azeite e sálvia

Ravioli de espinafre com recheio de muçarela ao molho bechamel com alho poró

Rosas (tipo capeletti) de beterraba recheadas com queijo

Tortelli (ou tortei) de moranga com queijo ao molho cremoso de tomate seco