Descobrimos um dos segredinhos da Alessa!

Standard

Depois de tanto trabalho para preparar a ceia de Natal e da inevitável comilança nas festas, pensamos que nossos amigos gostariam de uma sobremesa leve e que não desse trabalho para fazer. Pensamos então em…sorvete! Hum…mas teria que ser um sorvete muito especial…já sei! Na Alessa tem!

Fomos as duas para a Alessa, uma sorveteria gourmet – na verdade é muito mais que uma sorveteria! – que fica em Belo Horizonte, na esquina de rua São Paulo com rua Tomé de Souza, no sofisticado bairro de Lourdes. Além das muitas opções de sorvetes incríveis, ainda havia várias tortinhas com a cara melhor do mundo na vitrine. Mas, não vamos perder o foco, saboreamos o cardápio com os olhos e decidimos pelo Granada.

Dali a dois minutos vieram as taças: uma calda vermelha fumegando e ao lado, um sorvete de creme com pequenas castanhas de caju caramelizadas. O rapaz colocou o sorvete na taça com a calda e der-re-teu…hum, delícia, delícia! Brincando de detetives, resolvemos adivinhar a receita! Vimos logo que a calda era um coulis de frutas vermelhas, mas o sorvete…bem, o sabor era  muito diferente dos sorvetes de creme que tem por aí. Pedimos ajuda.

Primeiro ponto: os sorvetes da Alessa são feitos a partir do leite integral especial que vem de uma fazenda mineira, toda a gordura é natural! Nada de leite comum espessado com gordura hidrogenada e outros espessantes artificiais. Os produtos da casa são 100% naturais. Ficamos sabendo também que as castanhas  recebem uma caramelização especial finíssima antes de serem misturadas ao sorvete. Segundo ponto: tudo feito com alta tecnologia sob a batuta de um mestre sorveteiro italiano residente na casa! Conclusão: impossível fazer em casa um sorvete como os de lá!  Tudo bem, é possível fazer o coulis: a receita que já sabemos e que passamos para vocês aqui e…o segredinho da Alessa: acrescentar uma pitadinha de pimenta do reino para realçar o sabor adocicado. O melhor de tudo é que, pelo nosso interesse, recebemos um convite para uma degustação de sorvetes em janeiro e sairá tudo no blog! Aguardem!

Coulis de frutas vermelhas

Escolha frutas vermelhas firmes e bem maduras, como morangos pequenos, amoras, framboesas e cerejas. Lave, tire os cabinhos e deixe secar bem. Coloque-as em uma vasilha de vidro ou louça e polvilhe com açúcar cristal. Dê uma revirada e polvilhe de novo até que as frutinhas fiquem envolvidas no açúcar. Retire o excesso de açúcar que porventura ficar no fundo. Deixe na geladeira, absorvendo o açúcar por 12 horas.

Vire as frutas e o caldo em uma panela e leve ao fogo baixo. Pegue um batedor e macere as frutas até que fiquem em pedacinhos. Não coloque água. Salpique um tico de pimenta do reino em pó ( truque da Alessa). Assim que começar a ferver, pode desligar. Guarde na geladeira em um pote fechado (pode guardar por bastante tempo, desde que bem acondicionada). Esquente antes de servir.

O coulis é ideal para acompanhar sorvetes, sobremesas com chocolate, tortas e bolos. Fica sofisticado e delicioso!

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-lo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s