Bolo de Reis para intolerantes

Standard

Uma das razões de pessoas do mundo inteiro gostarem tanto deste blog é porque estamos sempre inventando novas receitas para quem tem problemas de intolerância ou alergia à glúten e à lactose, ou pior, às proteínas do leite – o que é o meu caso.

Por isto, compreendo perfeitamente a vontade dessas pessoas de comer muitas coisas gostosas que para nós se tornaram alimentos proibidos. Só que, como não me conformo de ver o que não posso comer e ficar só na vontade, sempre consigo fazer substituições e ter a grata surpresa de preparar e degustar alimentos deliciosos! Nessa experiência conto com a grande ajuda de minhas filhas, sempre me surpreendendo com ótimas receitas que experimentam e me trazem de presente. Esta receita foi feita pela minha filha mais velha como presente de Dia dos Reis para mim.

Bolo de frutas secas sem glúten e sem lactose

Ingredientes para um bolo pequeno (para um bolo maior, dobre a receita): 1 xícara de chá de mix de farinha sem glúten (use a marca Beladri ou 1/2 farinha de arroz e 1/2 fécula de batata), 1 xícara de café de açúcar mascavo peneirado, 1 colher de chá de canela,1 xícara de café de óleo vegetal, 2 ovos. Frutas secas: 1 xícara de café de passas pretas e outra de passas brancas, a mesma quantidade de amêndoas descascadas e laminadas, 5 damascos secos picadinhos, 1 colher de sopa de fermento químico, água bastante para dar liga (2 colheres de sopa, dependendo do tamanho dos ovos) e 1 colher de sobremesa de açúcar demerara.

Inicie o preparo untando uma forma de bolo pequena com um filete de óleo (passe um guardanapo para tirar o excesso e uniformizar) e farinha polvilhada. Reserve.

Aqueça o forno a 200 graus.

Misture a farinha, o açúcar mascavo e a canela. Acrescente o óleo e os ovos e mexa até ficar uniforme. Adicione 3/4 das passas, amêndoas e damascos. Reserve o restante.

Depois que tiver misturado tudo, veja o quanto adicionar de água – a massa deve ficar nem muito líquida, nem muito espessa. Adicione o fermento e misture bem, delicadamente.

Pingue um pouco de óleo (usamos o óleo de coco) no fundo da forma já untada e polvilhada. Polvilhe com o açúcar demerara para fazer uma finíssima camada. Distribua no fundo da forma as passas, amêndoas e damascos restantes (veja a foto).

Despeje a massa do bolo na forma e dê umas pancadinhas leves para nivelar (ou faça isso com as costas de uma colher).

Leve ao forno por 30 minutos ou até verificar que o bolo está corado e assado. ( faça o teste do palito e veja se sai limpo).

Obs: não abra o forno antes de, pelo menos, 20 minutos de cozimento.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Bolo de coco e acerola

Standard

Todo sábado faço um bolo para o café da manhã. Para permitir-me algumas extravagâncias no final de semana, prefiro fazê-lo sem glúten, sem lactose e sem ovos. Assim começo o dia com uma refeição bastante saudável e deixo os excessos para mais tarde. Aproveito ainda o que sobra do bolo para montar algum lanche da semana*.

Neste dia surpreendi-me com a falta de ingredientes disponíveis – não tinha nenhuma fruta, cenoura, farinha sem glúten ou fubá. Só achei umas lasquinhas de coco natural congeladas.
Sempre tenho alguma polpa de fruta congelada (para disfarçar o gosto do suco verde, confesso) e então resolvi arriscar e inventar uma receita nova. Não é que ficou uma delícia?

Bolo de coco e acerola – sem glúten, sem lactose e sem ovos

Ingredientes: 2 xícaras de chá de farinha de arroz, 3/4 de xícara de chá de açúcar demerara ( ou cristal), 3/4 de xícara de chá de óleo de coco (ou outro de sua preferência), 3 colheres de sopa de farinha de linhaça + 6 colheres de sopa de água, 1 polpa congelada de acerola, raspas de coco natural ralado, 1 colher de sopa de fermento.

Aqueça a polpa no microondas para descongelar. Pique o coco retirando a casca. Em uma tigela tipo bowl junte a farinha e o açúcar. Acrescente  o óleo, a polpa e a mistura de água e linhaça. Misture tudo e veja a consistência: deve ser líquida mas levemente pastosa. Se precisar, adicione água aos poucos até o ponto certo (não deixe que fique aguada).

Junte o coco picado e, por último, o fermento. Misture bem para a massa ficar uniforme.

Unte a forma de bolo antes de despejar a massa. Leve ao forno por 30 minutos a 200 graus ou até que fique levemente corado. Pode fazer o teste do palito, mas retire a forma do forno com cuidado para não se queimar e espete-o no meio do bolo. Se sair limpo é porque está pronto. Espere esfriar para desenformar.

* Receita da filha blogueira casada que leva marmita feita em casa para o trabalho todos os dias.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Torta de mel e chocolate perfeita

Standard

Amo bolo de mel e, sabendo de minha predileção, minhas filhas presentearam-me, no meu aniversário, com uma deliciosa torta feita com bolo de mel recheado de doce de leite e coberto com calda de chocolate e castanhas caramelizadas. E o melhor de tudo: comi à vontade pois, especialmente para mim que sou alérgica, a torta foi feita sem nenhum vestígio de glúten ou de lactose! Mágica? Há como substituir a farinha de trigo e o leite condensado por outros produtos. Veja a receita que elas inventaram:

A receita é feita em cinco partes: o bolo de mel, a calda para molhá-lo, o recheio de doce de leite, a cobertura de chocolate e as castanhas caramelizadas. Trabalhoso? Um pouco, mas garanto que vale a pena! Então vamos por partes:

Se você não tem problema com glúten e lactose, basta usar farinha de trigo e os produtos lácteos normais.

 

Doce de leite para o recheio

Existe à venda no mercado leite condensado sem lactose. Compre uma lata. Encha uma panela de pressão com ¾ de água e coloque a lata para cozinhar na pressão por 20 minutos. Veja aqui dica de usar a panela. Depois, muito cuidado: espere a lata esfriar completamente para abri-la.

 

Bolo de mel e chocolate

Tome nota dos ingredientes: 2  xícaras de farinha sem glúten*, 2 xícaras de açúcar mascavo **(batido no liquidificador), 1/2 xícara de cacau em pó*** , 4 ovos, 1/4 de creme de arroz (creme de leite vegetal),  1/2 xícara de mel, 1 colher de chá de cravo em pó e outra de canela, 1 pitada de noz moscada,1 xícara grande (caneca) de chá preto forte e 1 colher de sobremesa de fermento químico.

Antes de tudo, ligue o forno a 200 graus. Escolha uma assadeira redonda desmontável (diâmetro de 23 cm) e forre somente o fundo com papel manteiga. Dica: tire o fundo, coloque-o sobre o papel manteiga, faça o desenho com uma caneta e recorte na marca. Coloque-o dentro da forma. Não precisa untar a lateral.

Comece batendo os ovos na batedeira. Depois que os ovos clarearem, acrescente o açúcar aos poucos e deixe bater até misturar completamente. Acrescente, aos poucos, o creme de arroz, o mel e o chá. Bata mais um pouco, somente para incorporar. Enquanto bate, misture, à parte, os outros pós: a farinha, o cacau e os temperos. Desligue a batedeira, peneire os pós por cima do creme, um pouco de cada vez, em duas ou três vezes. Faça movimentos de cima para baixo, de fora para dentro, misturando com cuidado para não baixar o volume. Por último, acrescente o fermento e misture com cuidado.

Sem perda de tempo, despeje a mistura sobre a forma, nivele e coloque para assar, de 20 a 40 minutos, a depender do forno. Assim que crescer e corar por cima deve estar pronto. Para saber se está assado, faça o teste do palito: se sair da massa limpo, o bolo está pronto!

 

 Calda para molhar o bolo

Esta calda é importante para o bolo ficar molhadinho, já que a tendência do mix de farinha sem glúten é deixar o bolo seco.

Faça uma calda rala com 1 xícara de café de água (100 ml) , 4 colheres de sopa cheias (100gr) de açúcar refinado, 25gr de chocolate 52% sem leite e ainda 2 colheres de whisky. Misture primeiro, depois leve ao fogo baixo, mexa até ferver e desligue.

 

Calda de chocolate para a cobertura

Ingredientes: 1 ½ xícara (300 ml) de leite de amêndoas, 3 gemas, 2 colheres de sobremesa cheias (40 gr) de açúcar refinado,1 colher de sobremesa de amido de milho, 1 colher de sobremesa de mel, 200 gr de chocolate 52% (sem leite) .

Coloque o leite para aquecer, sem deixar ferver. Enquanto isso, em uma travessa redonda, bata bem as gemas e o açúcar, até formar uma gemada. Despeje uma concha do leite aquecido na travessa e misture rapidamente (o choque térmico evita que os ovos cozinhem e deixem a impressão de ter ‘talhado’) e, em seguida, verta essa mistura na panela com o leite. Acrescente o amido de milho, misturando bem para não empelotar. Junte o mel e mexa até engrossar. Desligue. Coloque o chocolate picado e misture até derreter. Leve à geladeira para acabar de engrossar.

 

Castanhas caramelizadas

Para decorar, faça um caramelo de açúcar, usando um pouco de leite de amêndoas. Dica: à parte, coloque 1 xícara de água para ferver. Em uma frigideira, coloque 3 colheres de sopa de açúcar cristal e vá mexendo com uma colher de pau até que o açúcar derreta completamente e forme uma calda cor de caramelo. Despeje a água fervendo , aos poucos, pelas beiradas e deixe que misture com o açúcar queimado até formar uma calda rala e homogênea. Deixe engrossar ligeiramente e despeje ½ xícara de café de leite de amêndoas para que fique aveludada. Neste ponto, coloque as castanhas picadas rapidamente, sem deixar que a calda endureça. Se acontecer, pingue mais leite até o ponto adequado.

Montagem: 

Quando o bolo já estiver esfriado, corte-o cuidadosamente em duas ou três camadas, a depender da altura do bolo. Coloque a primeira parte do bolo no prato que for servir a torta, fure-o com um garfo e molhe com a calda. Recheie com o doce de leite. Repita a operação com a(s) outra(s) fatia(s) de bolo. Ao final, cubra com o creme de chocolate e as castanhas caramelizadas. Conserve em local bem fresco ou na geladeira até a hora de servir.

 

* Preferimos a FSG da Amina

** Pode substitui por açúcar demerara, mais saudável. Bata no liquidificador.

*** Preferimos o chocolate dos fradinhos, da Nestlé

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Torta de Chocolate com brigadeiro de pistache – sem glúten e sem lactose

Standard

Nós, as três blogueiras – mãe e filhas – morando em casas distintas no Brasil e na Europa, trocamos mensagens todos os dias do ano, sendo boa parte sobre as receitas que fazemos para publicar aqui no blog. Porém não há nada igual ao contato pessoal. É bom demais quando chegam as férias e podemos finalmente nos encontrar e aproveitar para cozinhar juntas! Nessas ocasiões aproveitamos para trocar ideias e inventar novas receitas. Vamos as três juntas para a cozinha, pois tudo o que servimos e comemos é feito em casa: das entradas, acompanhadas de pão quentinho saído do forno, até a sobremesa!

Esta sobremesa foi a que preparamos para a última Ceia de Natal. Para que pudéssemos comer à vontade esta receita foi feita com produtos sem glúten e sem lactose! O bolo ficou tão fofinho e delicioso que nem é preciso dizer que não sobrou nem farelo!

A receita é feita em três partes: o bolo de chocolate, o recheio e a cobertura.

Dica: você pode fazer sempre o bolo de chocolate simples e ainda inventar outros recheios e coberturas.

Bolo de Chocolate: 

Ingredientes:  3 ovos, 1 ½ xícara de açúcar refinado** (ou 300gr). 2 ½ xícaras ( ou 260 gr.) de farinha sem gluten*, 3/4 xícara de cacau em pó (ou 50gr). 2 colheres de sopa de creme de arroz ( ou creme de leite vegetal ou sem lactose), 1/2 xícara de leite de côco, 1 colher de sopa de fermento químico.

Escolha uma forma de bolo redonda de aro desmontável, com cerca de 24 cm de diâmetro. Tire o fundo, coloque-o sobre um pedaço de papel manteiga, risque em volta com uma caneta e corte na marca. Coloque o papel cortado dentro da forma. Não é preciso untar a forma na lateral. Ligue o forno a 200 graus.

Comece batendo os ovos inteiros na batedeira até obter o dobro do volume inicial. Peneire o açúcar. Acrescente-o aos ovos batidos e deixe bater até ficar esbranquiçado e com bastante volume (a técnica se chama “blanchir” que significa “branquear” os ovos”, ficando de uma cor amarelo claro, quando se usa açúcar branco). Cuidado para não bater muito, senão murcha.

Enquanto bate, misture os pós – a farinha e o cacau – em outra vasilha. Reserve.

Acrescente aos ovos o creme de arroz e o leite de côco já misturados. Desligue a batedeira, peneire os pós por cima da mistura líquida, aos poucos. Com uma espátula faça movimentos de cima para baixo e de fora para dentro, misturando com cuidado para não diminuir o volume. Por último, acrescente o fermento e misture com cuidado.

Sem perder tempo, despeje a massa sobre a forma, nivele e coloque para assar de 20 a 40 minutos, a depender da potência do forno e da altura da forma (quanto mais alto o bolo, mais demora).

Enquanto o bolo assa, prepare o recheio e a cobertura:

Creme de chocolate para a cobertura

Ingredientes: 300 ml de leite de amêndoas ou de castanhas, 3 gemas,  40gr de açúcar refinado, 1 colher de sopa de amido de milho,  1 colher de sopa de mel,  200 gr de chocolate amargo (sem leite)

Coloque o leite de amêndoas para aquecer, sem deixar ferver. Enquanto isso, bata bem as gemas e o açúcar, até formar uma gemada. Coloque uma concha do leite aquecido e misture rapidamente (o choque térmico evita que os ovos cozinhem e deixem a impressão de ter ‘talhado’). Coloque essa mistura na panela com o restante do leite, em fogo baixo. Acrescente o amido de milho, misturando bem para não empelotar. Acrescente o mel e mexa até engrossar. Desligue. Coloque o chocolate cortado em cubos ou raspado e mexa até derreter. Leve à geladeira para espessar.

Recheio de brigadeiro de pistache: 

Ingredientes: 1 lata ou caixa de leite condensado sem lactose. 1 xícara de chá de pistache bem picado. Leve o leite condensado ao fogo e mexa até engrossar. Acrescente o pistache. Mexa e desligue. Deixe esfriar.

Calda para o recheio:

Essa calda é importante para o bolo ficar molhadinho, já que a tendência do mix de farinha sem glúten é deixar o bolo seco.

Faça uma calda rala com 100ml de água, 100gr de açúcar e 25gr de chocolate amargo (sem leite). Mexa até ferver e desligue.

Montagem: 

Quando o bolo já tiver esfriado, corte-o em duas ou três camadas, a depender da altura do bolo. A cada camada colocada no prato que irá servir o bolo, fure-o com um garfo, molhe com a calda e recheie com o brigadeiro de pistache. Reserve um pouco do brigadeiro para a cobertura.

Ao final, cubra o bolo com o creme de chocolate e decore com pistache.

bolo por dentro

bolo por dentro

* Preferimos a FSG da Amina

**Se quiser uma opção mais saudável, pode usar açúcar demerara, batendo no liquidificador até ficar bem fininho.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

Bolo de chocolate sem glúten nem lactose

Standard

Sem dúvida, este é o bolo predileto de 8 entre cada 10 pessoas. E, para os alérgicos a glúten e lactose, que frustação ver nas vitrines das confeitarias as provocantes tortas de chocolate e não poder comer! Mas não fique triste, pelo menos a base do bolo de chocolate posso passar para você. Ainda não consegui um recheio satisfatório que tenha por base o doce de leite ou o leite condensado (e não dá para comprar 5 litros de leite Lacfree e ficar esperando cozinhar lentamente até que vire 1 litro de doce de leite, mas se você estiver afim, faça e me mande um pouquinho de presente!). Porém, há boas opções de recheio, como geleias de frutas, creme de gemas feito com leite sem lactose e amido de milho, brigadeiro feito com leite e chocolate sem lactose, cocada, nutela, pastas de nozes, de amendoim…e deixa a imaginação rolar. Para o dia-a-dia, bom mesmo é o bolo de chocolate simples, para acompanhar chá ou café nos fins de tarde de temperatura mais amena.

Bolo de chocolate

Verifique se tem o que precisa: 3 xícaras de chá de farinha sem glúten*, 1 xícara de chá de chocolate em pó sem lactose**, 1 1/2 xícara de chá de açúcar, ¾ de xícara de chá de óleo, 3 ovos, 1 xícara de chá de leite zero lactose*** ou iogurte LacFree, 1 colher de sobremesa cheia de fermento em pó.

Tire do armário o liquidificador, a batedeira e uma espátula. A forma de assar depende do tipo de bolo que quer fazer: se o tradicional, com um furo no meio, escolha uma forma tamanho 18 ou 20. Se for cortar em quadros, escolha um tabuleiro padrão (24×35 cm) Se quiser recheado, vai precisar dividir a quantidade de massa em 2 ou 3 porções e assar em separado.

Pré aqueça o forno a 250 graus.Separe as claras das gemas dos 3 ovos. Bata no liquidificador: gemas, óleo e leite. Despeje este creme na vasilha maior da batedeira. Acrescente o açúcar, o chocolate e a farinha e misture. Bata em maior velocidade para obter uma massa homogênea e depois bata mais um pouco em velocidade mais baixa para a massa ficar bem lisinha.Na vasilha menor da batedeira, bata as claras em neve. Junte bem de leve as claras à massa e, por último, misture o fermento, de leve, até que se incorpore à toda a massa. Unte a assadeira escolhida com óleo e despeje a massa. Diminua a temperatura do forno para 200 graus e asse o bolo por 30 a 40 minutos. Quando sentir aquele cheirinho bom de chocolate, verifique se o bolo está corado por cima. Então desligue, retire o bolo do forno imediatamente e cubra a assadeira com um pano até que esfrie. Só tire o bolo da forma depois de quase frio.

* o melhor substituto da farinha de trigo para bolos é o mix de farinha da Aminna que leva farinha de arroz e féculas de milho e de mandioca.

** o mais gostoso é o chocolate em pó da Nestlé- aquele dos fradinhos.

***prefiro o leite zero lactose da Piracanjuba.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-lo.

Laranja com chocolate

Standard

Esta é uma mistura sensacional, tanto que as melhores marcas de chocolate do mundo a têm como destaque. Ganhei uma linda caixa de chocolate da Lindt, com o nome de Orange Intense. Pastilhas de chocolate negro com recheio de laranja e amêndoas lascadas. O aroma! Ai, de arrepiar! Como sempre, fui ler os ingredientes e lá estava o veredito: Lactose! Ou seja, para mim, assunto proibido. Ficou na vontade…

Mentira! Tratei de ir à Alessa, minha sorveteria predileta, comprar aquele sorvete de chocolate puro cacau incrivelmente cremoso que não tem leite! Comprei ainda as lascas de amêndoa e cascas de laranja cristalizadas e vim pra casa fazer o …

Bolo de laranja

Fui logo tirando do armário e separando: 3 xícaras de chá de farinha sem glúten*, (se você não tem alergia a glúten, use farinha de trigo mesmo), 1 xícara de chá de açúcar cristal, ¾ de xícara de chá de óleo, 3 ovos, 4 laranjas pera carioca grandes e bonitas, 1 colher de sobremesa de fermento em pó e as lascas de amêndoas.

Coloquei em cima da bancada: liquidificador, batedeira, espátula e forma de assar bolo.

Pré aqueci o forno a 250 graus. Comecei separando as claras das gemas dos 3 ovos. Bati no liquidificador as gemas, o óleo e o caldo das 4 laranjas. Despejei todo o creme batido no recipiente maior da batedeira, juntei a farinha e o açúcar e bati até ficar bem lisinho. Bati, em separado, no recipiente menor, as claras em neve. Juntei as claras à massa, acrescentei as lâminas de amêndoa (½ xícara de café) e, por último, misturei bem o fermento, de leve. Untei uma assadeira retangular com um tiquinho de óleo e ajeitei a massa. Diminui a temperatura do forno para 200 graus e deixei o bolo assar por 30 minutos.

Enquanto isto, resolvi incrementar e fazer uma calda. Coloquei na frigideira 1 colher de sobremesa cheia de açúcar cristal e esperei derreter até ficar escura. Joguei por cima 1 copo de suco de laranja misturado meia-a-meia com água e fui desfazendo, com uma colher de pau, até conseguir uma calda rala e perfeita. Busquei o Cointreau e coloquei meia tacinha. Misturei e desliguei. Hum, que aroma delicioso! Tirei o bolo do forno e coloquei a calda por cima.

Mal esperei o bolo esfriar e o cortei em quadros. Tirei um, coloquei no prato, adornei com 2 bolas do chocolate e as cascas de laranja. Dois segundos para tirar a foto e me vinguei, com glória, da caixa de chocolates!

* o melhor substituto da farinha de trigo para bolos é o mix de farinha da Aminna que leva farinha de arroz e féculas de milho e de mandioca.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-lo.

Bolo de milho

Standard

Em certas regiões de Minas Gerais, este bolo é também conhecido como broa de milho. Para quem não pode ingerir alimentos com glúten e com lactose, segue esta receita que faz um bolo fofo e delicioso. Para quem não tem problema de intolerância a glúten pode substituir a farinha mista por farinha de trigo comum. Quem não tem intolerância a leite, pode escolher se substitui ou não o suco de laranja por leite. Para dar um toque especial, coloque quadrinhos de queijo minas na massa do bolo antes de colocá-lo no forno. Como se diz por aqui, fica um bolo dos deuses!

Bolo de milho

Veja se tem em casa estes ingredientes: 3 xícaras de chá de farinha sem glúten*, 1 xícara de chá de açúcar cristal, ½ xícara de chá de óleo, 3 ovos, 1 lata de milho verde, suco de 2 laranjas, 1 colher de sobremesa de fermento em pó, 1 pitada de sal.

Vai usar: liquidificador, batedeira, espátula e tabuleiro. Pré aqueça o forno a 250 graus.

Inicie o bolo separando as claras das gemas, pois as claras entram batidas só no final, para dar leveza ao bolo. Bata no liquidificador o milho escorrido e as gemas. Junte o açúcar, o suco de laranja, o óleo e o sal. Coloque o creme batido na batedeira e junte a farinha. Bata em maior velocidade para obter uma massa homogênea e depois bata em velocidade menor mais um pouquinho até a massa ficar perfeita.

Lave as pás da batedeira e em outra vasilha bata as claras em neve. Junte imediatamente e movimentos leves as claras à massa, usando a espátula e, por último, misture de leve o fermento em toda a massa. Unte a assadeira com óleo e despeje a massa. Baixe a temperatura do forno para 200 graus. Asse o bolo por 30 minutos, em média. Assim que sentir o cheiro do bolo, veja se já corou. Se quiser, teste com um palito, se sair limpo é porque o bolo está pronto. Então desligue, retire o bolo do forno imediatamente e cubra a assadeira com um pano. Corte em quadrados depois de frio, como mostra a foto. Se quiser, pode polvilhar o bolo com açúcar, como se usa no interior de Minas.

* o melhor substituto da farinha de trigo para bolos é o mix de farinha da Aminna que leva farinha de arroz e féculas de milho e de mandioca.

DSCN0943