Jantar em meia hora!

Standard

Sal com Alho

Peito de frango ao molho de ervas

É fácil encontrar filé de peito de frango em porção para 2 pessoas em supermercados. Tenha sempre em casa, por garantia. Manteiga e ervas (pelo menos secas) também sempre tem, ou então você pode colher fresquinhas da sua mini-horta.

Ingredientes

Ingredientes

Precisa de uma frigideira  anti-aderente, uma espátula  (de silicone para não estragar o fundo da panela) e um garfo. Esfregue o frango com água e vinagre e enxague em água corrente. Fure com o garfo e tempere com sal e alho. O ideal é deixar meia hora pra pegar bem o tempero. Se estiver com pressa, passe os filés na água quente antes de temperar que assim o tempero pega mais rápido.Tenha água fervente à disposição. Torre, numa panela à parte, 1 colher de sobremesa de farinha de trigo até que fique bege (pode guardar já torrada).

Cocção do filé de frango: coloque na frigideira uma colher de sobremesa de óleo. Frite o frango, em fogo médio, friccionando-o contra o fundo da panela para que core por igual. Se o filé for alto, vai precisar baixar o fogo e continuar colocando água quente aos pouquinhos até que o frango cozinhe, mantendo a panela tampada. Espete o garfo para ter certeza que está macio. Retire o frango e reserve em um recipiente tampado.

Para o molho: coloque um  tiquinho de água quente sobre a borra que ficou na panela e misture com a espátula até o fundo da panela ficar limpo. Acrescente uma colher de sobremesa rasa de manteiga e deixe derreter. Numa xícara (de café) pela metade com água, misture a farinha de trigo que torrou e junte, no fogo baixo, ao molho, misturando bem para engrossá-lo. Prove o sal; pode acrescentar uma colherinha de molho de soja e uma pitada de pimenta do reino. Agora junte as ervas, que pode ser salsinha e cebolinha picadinha, ervas finas ou de Provence secas ou alecrim ( deste, bem pouco). Misture. Seu molho está pronto para colocar sobre o frango e servir.

O melhor acompanhamento é o purê de batatas, que você pode fazer ao mesmo tempo.

Quer esta receita impressa? Clique aqui.

Purê de batatas

Standard
Ingredientes

Ingredientes

A palavra purê vem do francês  purée. Pronuncia-se fazendo um biquinho, como se juntasse todo o seu lábio para dar um beijo daquele bem estalado.  Aí, com o biquinho fechado você fala um pî, como um curto apito de uma locomotiva e abre a boca um pouquinho, recua a ponta da língua e a faz tremer no céu da boca para soltar o rê. Vai treinando…pra falar assim só lá na França, por favor. Se eu estivesse na sua frente agora estaria morrendo de rir! Aqui no Brasil se fala purê ou pirê, como quiser.

Panela, colher de pau ou espátula.  Para 2 pessoas: uma batata grande, uma colher de sobremesa de manteiga, ½ xícara de café de cebola bem raladinha, ½ xícara de chá de leite.

Tire a pele  da batata e cozinhe bem, na água fervente. Se tiver pressa, pode por na pressão: para a batata estar bem cozida,conte uns dez minutos depois que a panela começar a apitar (se quiser treinar o pî, pode pensar que o silvo é de um trem!). Amasse bem a batata com um batedor de bife ( ou no espremedor).  Aqueça ligeiramente a panela, coloque a manteiga ( ou óleo), frite uma colherinha rasa de sal com alho e a cebola, sem deixar que core. Coloque a massa da batata e misture até soltar da panela. Espalhe, coloque o leite e misture bem. Prove o tempero, pode acrescentar pimenta do reino branca moída e noz moscada.

Mexa bem até ficar homogêneo

Mexa bem até ficar homogêneo

Quer esta receita impressa? Clique aqui.

Molho de tomates

Standard

Este molho é o maior quebra-galho que você pode ter na cozinha. Serve como base para muitas receitas, é o próprio molho  para um spaguetti al sugo, pode fazer um Bloody Mary fantástico e até uma deliciosa sopa creme de tomates.

O segredo são os tomates, que devem ser do tipo italiano e estarem absolutamente maduros. Para 10 tomates, junte uma cebola grande, ½ xícara de café de azeite, 3 dentes de alho, ½ xícara de café de ervas frescas: salsinha, cebolinha e manjericão. Não ponha sal nem açúcar.

Em uma panela grande, refogue tudo no azeite. Coloque água quente até tampar a mistura e deixe cozinhar no fogo baixo. Se o molho começar a secar, vá pingando água, sempre fervendo, até que os tomates fiquem cozidos. Espere esfriar e bata tudo no liquidificador.

Ponha no congelador em pequenos potes de plástico e vá passando para a geladeira à medida do uso.

O molho não tem tempero porque se você adicioná-lo a uma receita que já está temperada pode ficar muito salgado e lembre-se que sal e/ou tempero demais não tem jeito de tirar!

Quer esta receita impressa? Clique aqui.