Spaguetti a Salermitana

Standard

Aproveitando a pasta caseira que fizemos para a lasagna, tornamos a colocar a fita larga de pasta na máquina e cortamos para um talho bem fino. Se quiser fazer a pasta em casa clique aqui para ver a receita passo-a-passo. Como no Brasil não temos um tagliatelli tão fino, você pode fazer esta receita com um spaguetti ou com qualquer corte de pasta que preferir. Fica muito bom com penne.

DSCN2968

O molho à Salermitana, um tradicional molho italiano que leva este nome em homenagem à cidade de Salerno, é feito à base de beringela, tomate, cebola e alho.

Para 2 pessoas, separe: 1/3 de uma beringela grande, 1 tomate italiano maduro, 1 cebola média, 1/2 xícara de café de molho de tomate caseiro ou polpa de tomate italiano, 2 dentes de alho, 1 colherinha de café de sal e outra de orégano ou manjericão, 2 folhas de louro e 2 colheres de sopa de azeite.

Pique primeiro o tomate e a cebola em cubinhos e depois o alho miudinho. Corte a beringela em cubos, como mostra a foto.

Deite 1 colher de azeite numa frigideira e frite a beringela. Quando corar, afaste-a para os lados e frite a cebola e depois o sal com alho. Junte a outra colher de azeite. Acrescente o tomate fresco, o molho de tomates e a folha de louro. Por último, junte a erva de sua preferência. Prove o sal. Retire as folhas de louro.

Enquanto isto, você já deve ter cozido a pasta. Veja aqui como fazer. Junte a pasta cozida já escorrida ao molho e sirva imediatamente. Já no prato, acrescente o queijo pecorino ralado.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.

DSCN3028

Dica – Cozimento de pastas

Standard

Sal com Alho

Se tiver em casa a panela especial para o cozimento de pastas, aquela de aço inox, tipo um caldeirão alto, que já vem com um recipiente furadinho dentro, ótimo. Se não tiver, separe a panela mais alta que tiver no armário e um escorredor.

Encha ¾ da panela com água e leve ao fogo forte. Assim que a água começar a ferver, despeje sal – para 500 gr. de pasta pode ser uma mão cheia. Misture. Quando a água voltar a borbulhar, coloque na panela a pasta, do tipo spaguetti, de modo a formar um leque em torno  das bordas. Se for pasta em ninhos, ou novelos, ou outros formatos, coloque aos poucos dentro d’água. Nunca coloque óleo ou similar na água do cozimento; água e óleo não se misturam e o óleo não tem função alguma. De tanto em tanto, mexa levemente a pasta com um garfão para que não grude. Veja na embalagem da pasta o tempo recomendado para o cozimento e fique de olho no relógio. Pasta cozinhando é igual criança pequena, não pode sair de perto.

Observe o ponto da pasta: deve estar cortando com um garfo ou, à boca, ao dente ( dá para comer mas ainda está um pouquinho dura). Agora tire a panela do fogão e escorra bem a pasta. Está pronta pra sua receita!

Observação: se a pasta está pronta e o molho atrasado, ou então, você  preferiu cozinhar a pasta antecipadamente, assim que  a pasta estiver escorrida, dê um banho rápido de água fria, no próprio escorredor, para interromper o cozimento. Assim poderá esperar o momento de terminar sua receita, juntando a pasta ao molho. Atenção: a pasta será esquentada junto com o molho, jamais volte com ela para a água quente.

Quer esta dica impressa? Clique aqui pra baixar o PDF e imprimí-lo.

Molho de tomates

Standard

Este molho é o maior quebra-galho que você pode ter na cozinha. Serve como base para muitas receitas, é o próprio molho  para um spaguetti al sugo, pode fazer um Bloody Mary fantástico e até uma deliciosa sopa creme de tomates.

O segredo são os tomates, que devem ser do tipo italiano e estarem absolutamente maduros. Para 10 tomates, junte uma cebola grande, ½ xícara de café de azeite, 3 dentes de alho, ½ xícara de café de ervas frescas: salsinha, cebolinha e manjericão. Não ponha sal nem açúcar.

Em uma panela grande, refogue tudo no azeite. Coloque água quente até tampar a mistura e deixe cozinhar no fogo baixo. Se o molho começar a secar, vá pingando água, sempre fervendo, até que os tomates fiquem cozidos. Espere esfriar e bata tudo no liquidificador.

Ponha no congelador em pequenos potes de plástico e vá passando para a geladeira à medida do uso.

O molho não tem tempero porque se você adicioná-lo a uma receita que já está temperada pode ficar muito salgado e lembre-se que sal e/ou tempero demais não tem jeito de tirar!

Quer esta receita impressa? Clique aqui.

Uma pasta leve depois da academia

Standard

Spaghetti Primavera

Tem noites que a gente chega da academia varada de fome e quer comer algo rápido de preparar, leve e saudável. Pois vai aí uma receitinha maneira, conhecida internacionalmente por este nome:

Spaghetti Primavera

Dica: a quantidade de massa por pessoa varia entre 60 (se for o primeiro prato) e 100 gr. (se for prato único).

Segue a receita para 2 pessoas, baseada em 200 gr. de massa:

Separe: uma panela grande para cozinhar a massa, um escorredor de massa, uma panela rasa, uma colher grande, um garfão.

Spaghetti, 2 a 4 bolotas de muçarela de búfala, meia cebola média, uma xícara de chá de tomatinhos cereja cortados ao meio, uma colher de sobremesa rasa de manjericão picadinho, uma colher de sopa de azeite.

1. Coloque para ferver uma panela ¾ cheia de água.  Assim que a água começar a ferver, despeje uma mão cheia de sal. Misture. Depois, com a água já fervendo, despeje a massa de modo que forme um leque em torno da panela.

2. Na panela rasa, esquente levemente o azeite e frite a cebola até ficar amarelada. Acrescente os tomatinhos e mexa com cuidado até que a pele dos tomates comece a enrugar. Salpique o sal.

3. Observe o ponto da massa: deve estar cortando com o garfo ou, à boca, ao dente ( dá para comer mas ainda está um pouquinho dura) . Neste ponto, acrescente o manjericão picadinho e a muçarela cortada um cubos grandes na panela rasa. Conte até cinco mexendo com cuidado e então desligue o fogo.

4. Escorra bem a massa e despeje-a na panela rasa. Misture tudo rapidamente e sirva quente.

Dica: se o molho ficar pronto antes da massa, interrompa o procedimento e continue quando a massa estiver no ponto certo. Se for o contrário, isto é, a massa está cozida e o molho ainda não está pronto, escorra a massa e dê um banho rápido de água fria, no próprio escorredor, para interromper o cozimento.

Quer esta receita impressa? Clique aqui.