Dica – O Famoso ‘Sal com Alho’

Standard

Sal & Alho

O Sal e o Alho são ingredientes tradicionais e indispensáveis para a cozinha brasileira e a mediterrânea. E é por isso que prestamos a devida homenagem a este par perfeito ao escolhermos o nome para o nosso blog! Na culinária mineira, a pasta de sal com alho é o curinga no preparo de muitos pratos. Aí vai a dica de como prepará-la na medida certa:

Para cada dente de alho use uma colher de chá de sal. Atenção: dente é o gominho; a cabeça é o alho inteiro, com todos os gominhos.

A vida moderna nos trouxe vários gadgets (ou apetrechos) para debulhar, descascar e amassar o alho. Mas nós preferimos mesmo o bom e velho pilão.

Separe os dentes de alho, o sal, uma faca pequena e afiada, uma tábua para cortar e um pilão de pedra, madeira ou acrílico, como preferir.  Importante: separe um pilão só para esta função, pois o cheiro de alho vai ficar pra todo o sempre.  Epa! Não vá confundir com o da caipirinha.

Para descascar mais fácil: Dê uma pancada no dente de alho, com a casca e tudo, utilizando o bastão do pilão. Corte as pontas e aí a casca sairá facilmente. Se estiver com paciência e desejar economizar tempo (e braço) já corte o dente de alho em pedacinhos. Se quiser descontar a raiva de alguém, jogue os dentes de alho inteiros e descascados no pilão, o sal por cima e bata com força! A mistura deve ficar totalmente pastosa e ligeiramente úmida. Faça uma quantidade que dure alguns dias; fora da geladeira pode ser conservado por até 10 dias.

Atenção: Esta é só a base do tempero, dependendo da receita, deverá acrescentar mais sal.

 

Quer esta dica impressa? Baixe o PDF.

Dica – Carne moída

Standard

A recém-casada chega no açougue e pede carne moída. O atendente pergunta: Tem preferência de carne? Sem saber o que responder, a moça diz que não. Percebendo seu ar de perdida, o rapaz sugere: Patinho? Assustada, ela pensa que não sabia que já estavam moendo carne de pato, quem sabe carne de boi estaria muito cara? Faz que não. O açougueiro insiste: Então leva um músculo, madame! A moça estava voltando da academia e teve outra visão do que seria um músculo. Desiste e volta pra casa com o franguinho de sempre.

Um dos curingas da cozinha prática do dia-a-dia é ter sempre carne moída pronta na geladeira, porque serve de base para vários pratos. Para quem tem criança em casa é indispensável, pois é uma delícia misturada com arroz, feijão, banana e tomate picadinhos.
A carne ideal é patinho ou chã de dentro, que precisa ser limpa e moída duas vezes. Peça ao açougueiro com um sorriso que ele fará.
Prepare antes o sal com alho, a cebola batidinha e mais um pouco de molho de tomates.
Numa panela doure no óleo a cebola e o sal com alho. No fogo forte, frite a carne até mudar de cor. Deixe secar a água que a carne pode dar. Baixe o fogo, acrescente um pouco de molho de tomates misturado com água quente, na conta de dar uma molhadinha na carne. Deixe cozinhar só um pouquinho. Prove o sal. Acrescente, se quiser, molhos prontos, como de pimenta, de soja ou molho inglês – atenção: só uma pitada. Desligue o fogo, deixando a carne ligeiramente molhada no seu próprio caldo.

Quer esta dica impressa? Clique aqui.