Salada de salsão, maçã verde, tomate e milho – 6

Standard

Salada 6

Salsão, maçã verde, tomate e milho

Quantidade de calorias por porção (1 pessoa): 105

Quantidade de gramas desta salada: 343

O salsão ou aipo é rico em vitamina C, que fortalece o sistema imunológico e reduz os sintomas do resfriado e da gripe. É também fonte da vitamina A, essencial para uma boa visão e necessária para a manutenção saudável das membranas, das mucosas e da pele. É excelente fornecedor de minerais como potássio, sódio, cálcio, manganês e magnésio. O potássio, por sua vez, é um importante componente das células e fluidos do corpo; sua ingestão ajuda a controlar a pressão arterial.

Ingredientes Quantidade Corte Gramas Calorias
Salsão 2 talos finos Em palitos 200 38
Maçã verde ½ pequena Em quadrinhos 70 43
Tomate cereja 3 unidades médio Em rodelas 58 9
Milho 1 colher de sopa cheia 15 15

Esta é uma salada leve que proporciona frescor ao paladar. Escolha 2 talos de salsão finos e de tamanho médio e pique-os em palitos finos. Corte ½ maçã verde, com a casca, em cubinhos. Corte os tomatinhos em rodelas. Junte 1 colher de sopa cheia de milho (de lata) escorrido. Misture tudo. Como a maçã escurece depressa, esta salada dever ser preparada na hora de servir.

Se quiser acrescentar um molho, servido à parte, faça o seguinte: misture 1 colher de café de iogurte ou coalhada com a mesma quantidade de maionese. Pique miudinho uma pimenta biquinho, salpique um nadinha de sal e de açúcar. Este molho tem 6 calorias.

Nossa consultora: nutricionista Letícia Menicucci

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-lo.

Salada Waldorf

Standard

Cortando o aipo para a salada de hoje, lembrei-me do hotel que deu origem ao seu nome, o famosíssimo Waldorf Astória de Nova York (vale a pena uma viagem pela sua história na internet).  Década de 1970; eu, uma adolescente de férias na cidade. Meu tio, médico do, não menos famoso, Maia Hospital de NY havia sido convidado para uma festa de gala no hotel. Lá fui eu, acompanhando o casal, curiosíssima para conhecer por dentro um dos mais famosos hotéis do mundo. A cena se passa como um filme diante dos meus olhos: um grande salão, maravilhoso! Ao centro, sobre uma mesa redonda, uma cascata dourada de três níveis. Homens de smoking e mulheres de vestidos longos de alto luxo, com taças altas de cristal, vinham servir-se de um coquetel de nome Manhattan que jorrava na cascata. Nas laterais, em dois grandes buffets, me lembro que fiquei impressionada com grandes cones de papel prateado com fileiras de alto a baixo de camarões gigantes e bolinhas de melão,  tal qual uma árvore de Natal. Por ser menor de idade, teoricamente eu não poderia consumir bebida alcoólica, mas achei a cascata tão fascinante que furtivamente me servi à vontade. Claro que logo fiquei tonta. Foi o meu primeiro porre, destes que a gente nunca mais se esquece.

Salada Waldorf

Para a tradicional e chiquérrima salada, corte aipo (salsão) e maçã verde em partes iguais – para um pé de aipo, 2 maçãs. Adicione nozes picadas. Para envolver estes ingredientes, uso o molho supremo: 1 xícara de café de creme de leite, a mesma quantidade de maionese; 1 colher de sopa de vinagre de maçã, a mesma quantidade de azeite; pitadas de açúcar e de sal, gotas de suco de limão, uma poeira de pimenta do reino branca. Misture tudo e sirva fria.

Se quiser, acrescente passas brancas já hidratadas no vinho branco ou espumante. É uma salada refrescante e crocante, perfeita para acompanhar camarões flambados e peixes grelhados.

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimí-lo.