Provincia di Salerno 1

Standard

Todos os anos, no mês de janeiro, nosso querido Remo Peluso recebe os amigos para comemorar o seu aniversário no Provincia di Salerno, o famoso restaurante no tradicional bairro de Santa Efigênia, em Belo Horizonte.  Dizer que Remo é um dos mais tradicionais chefs da cidade é pouco, dizer que é o feliz proprietário de um dos melhores restaurantes da tradicional culinária italiana na cidade também é pouco. Remo é uma das figuras mais simpáticas que conheço, sempre um perfeito anfitrião, recebendo com um sorriso e um abraço seus inúmeros clientes, muitos deles diletos amigos de longa data.

Remo herdou o gosto pela gastronomia da família italiana, originária da região de Sicili, na Provincia di Salerno, Sul da Itália. Na casa da mamma Anella a disputa por quem cozinha melhor sempre foi acirrada, tanto que, dos nove irmãos, quatro têm (ou já tiveram) seus próprios restaurantes. No entanto, foi o primo, Marco Antonio Anastasia Cardoso, quem o convenceu a abrir o primeiro restaurante da família, já conhecida, desde a pátria mãe, no ramo de padaria e pastifício.

Frequento o restaurante desde a inauguração, há 32 anos, no seu primeiro endereço, no charmoso porão da antiga Casa Amarela da Rua Pernambuco. Quem se lembra? Era um ambiente de teto baixo, pequeno, pitoresco e muito acolhedor, onde comia-se uma pasta simplesmente divina. Um pedacinho da Itália no tradicional bairro dos Funcionários ( hoje chamado de Savassi), cujos 30 lugares eram sempre disputadíssimos.

Um belo dia, o proprietário da velha casa pediu o imóvel. Foi a nossa sorte, pois Remo decidiu abrir um restaurante muito maior, em um imóvel de sua propriedade que reformou completamente, na esquina de Avenida do Contorno com Rua Maranhão, bem no meio da colônia italiana da cidade. Na época, os restaurantes se concentravam entre o Centro e a Praça da Savassi e disseram que nosso amigo estava louco. Na verdade, foi um precursor, pois hoje a região é famosa por seus inúmeros restaurantes, muitos deles de descendentes das antigas famílias italianas do bairro.

Pergunto a Remo onde busca inspiração para tantas receitas deliciosas. Muitas são antigas receitas de família, resgatadas na região do Ciliento. Apaixonado por gastronomia, Remo está sempre estudando e pesquisando na Itália, onde já fez diversos cursos e recebeu, há 7 anos, do então Ministro da Gastronomia Nicko Cremaglia, um importante prêmio por ser um dos melhores restaurantes do mundo na divulgação da cultura italiana.

Na verdade, quem conhece a casa pode dizer: não é só a qualidade e variedade dos pratos que nos encanta – a decoração, recheada de peças antigas e originais da Itália é um museu interessantíssimo. Sempre me encanto com os afrescos das paredes, os móveis antigos, a rica pinacoteca, as peças trabalhadas em prata e metal, os cristais, a colorida faiança representando a pungente vida italiana – o teatro, a música e a dança. Divirto-me com os provérbios e troças escritas em peças de cerâmica – confesso que me despertaram e incentivaram-me no estudo do idioma italiano e suas variações regionais.

Há mais tempo – Remo conta-me – havia dificuldade em se conseguir ingredientes de qualidade. Hoje, sua casa importa diretamente o legítimo tomate italiano in natura, o azeite, os diferentes queijos. Com os melhores ingredientes, nosso dedicado chef tem tentado inovar o cardápio – o que, confessa-me, tem sido difícil. Compreendo, os frequentadores habituais – muitos dos quais chegam de diferentes partes do Brasil e do mundo – fazem questão de saborear os mesmos pratos que comiam há vinte anos! Muitos fazem parte de histórias das famílias dos clientes, como tirá-los do cardápio?

Bem, nem preciso dizer que adoro ir na Província tanto à noite, no fim de semana, como nos almoços de sábado ou domingo. Não é privilégio meu sentir-me em casa! Com um perfeito anfitrião sempre presente e sua atenciosa equipe sempre disponível, você certamente passará momentos inesquecíveis em uma vera casa italiana!

Quer conhecer o cardápio do restaurante? Clique aqui.

Amanhã continuo – vou mostrar o banquete do aniversário!

 

 

Um pensamento sobre “Provincia di Salerno 1

  1. fatima melo veo brini

    Que maravilha esta entrevista. Este e o melhor restaurante italiano que conheço, Remo e um Chefe de Berço,precioso! Parabéns por esta entrevista

    fátima melo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s