Raviólis recheados com banana da terra

Standard

Aprenda a fazer pasta caseira na forma de raviólis. Recheie-os com banana da terra, para variar do tradicional recheio de queijo ( ideal para os veganos e intolerantes). Ficam bonitos e originais se coloridos com suco de beterraba e deliciosos quando temperados com azeite e sálvia. No prato de hoje, o sabor contrasta à perfeição com o forte sabor de mostarda do molho da carne. Receita sofisticada para impressionar os amigos!

Raviólis de pasta fresca caseira recheados com banana da terra, ao molho de azeite e sálvia

Para o preparo de uma quantidade de massa (ou pasta) que serve 4 pessoas separe: 150 gr. de farinha de trigo de grano duro, 150 gr. de farinha de trigo comum, 1 beterraba pequena, 3 ovos, 1 colher de sopa de azeite e 1 colher de chá de sal.

Para o recheio: 3 bananas da terra, 1/2 cebola ralada, 1 colher de sopa de azeite, sal, pimenta branca e gengibre em pó a gosto.

Preparo da pasta:

Descasque a beterraba e corte-a em tiras. Bata no liquidificador com os ovos, até ficar um suco homogêneo.

Se tiver prática no preparo de pastas faça-a diretamente na bancada da cozinha, montando um “vulcãozinho”. (Caso contrário, prepare a massa da pasta em uma tigela, como na foto.

 

Peneire as farinhas, misture-as e disponha sobre a superfície de preparo. Faça um buraco no meio e despeje o suco de beterraba com ovos. Misture levemente com um garfo, adicione sal e azeite. Continue mexendo para incorporar a farinha ao líquido, aos poucos. Quando o garfo não for mais suficiente, ponha a mão na massa!

Misture bem até obter uma massa lisa e homogênea. Se estiver fazendo a pasta na tigela, em um determinado ponto será mais fácil virar a massa na bancada e usar a força das mãos para que a mistura incorpore toda a farinha e fique uniforme. Faça uma grande bola e envolva-a com filme plástico. Deixe-a descansar por, no mínimo, 30 minutos (máximo até uma hora). Se a temperatura do dia estiver muito quente, deixe a massa na geladeira. Porém não se esqueça de retirá-la dentro de meia hora, pois na geladeira perde a umidade e poderá ficar seca.

Aproveite o intervalo para preparar o recheio. Cozinhe a banana com casca até verificar que consegue perfurá-la facilmente com um garfo. Desligue o fogo, retire as bananas e despreze a água. Aproveite a mesma panela: aqueça-a em fogo baixo com um pouco de azeite e adicione a cebola ralada para dourar. Acrescente a banana (já amassada com garfo) e misture até que forme uma pasta. Tempere a gosto com sal, pimenta branca e gengibre. Apague o fogo e reserve (vale bater no processador se não tiver ralado a cebola ou amassado bem a banana).

Passado o tempo de repouso, é hora de abrir a massa. Reparta a bola de massa aos poucos, deixando o restante envolto em plástico filme para não ressecar. Na máquina, ou com um rolo usando a força dos braços, faça largas tiras para que possa cortar no formato desejado.

Se não tiver um cortador redondo, use um copo de vidro. Porcione as bolinhas de recheio e cubra com outro pedaço de massa e corte em círculos.

Dica: o segredo é ir cortando e recheando ao mesmo tempo para que a massa não resseque.
Vá colocando os raviólis na bancada e polvilhando com farinha. Quando terminar, aqueça um pouco de água em uma panela com uma colher de sal e leve-os para cozinhar. Subiu à superfície, está pronto!

Sirva com um molho de azeite e sálvia. Para prepará-lo basta aquecer o azeite e acrescentar as folhinhas de sálvia até que forme um molho aromatizado.

Tortéi de abóbora moranga ao molho cremoso de tomate seco

Standard

Tortéi é o nome popular pelo qual é conhecido, no Sul do Brasil, este preparo de massa fresca em forma de pastel. Recheado de moranga e com molho de tomate é uma receita italiana muito tradicional que se costumava servir no almoço de domingo nas antigas colônias de descendentes de italianos. Na região central da Itália o tortéi é Tortelli e seus derivados são o Tortellini, quando menor e Tortelloni, se de tamanho maior. Também é conhecido pelo nome de Capellaci. A receita mais tradicional é esta com recheio de abóbora, que na Itália se chama zucca, então a esta receita os italianos dão o nome de

Tortelli di Zucca ai pomodori secchi 

Para servir de 4 a 6 pessoas estas são as quantidades para o preparo da massa: 200 gr farinha de trigo grano duro, 200 gr de farinha de trigo comum, 4 ovos, 1 colher de sopa cheia de azeite e 1 colher de chá de sal. Obs: a medida é considerando a farinha já peneirada.

Ingredientes para o recheio: 1/2 moranga cozida e macia em pedaços, 1/2 cebola média picada, 1/2 colher de chá de canela, 1 colher de sopa de queijo ralado ( pode ser queijo minas), sal e pimenta a gosto.

Ingredientes para o molho: 1 colher de sopa cheia de manteiga, 1 dente de alho picado, 1/4 de cebola picada, 250 gr de creme de leite fresco e 50 gr de tomate seco.

Prepare a massa fresca misturando os ingredientes até formar uma mistura homogênea. Deixe a massa descansar por, no mínimo, 30 minutos antes de abri-la. Para uma explicação mais detalhada, com fotos, clique aqui.

Enquanto a massa descansa, prepare o recheio e o molho:
Amasse a moranga com um garfo e pique a cebola bem miudinha. Aqueça a panela no fogo e, em um pouco de azeite, doure a cebola. Nesse ponto, adicione a moranga amassada e misture. Acrescente o queijo ralado e deixe que derreta enquanto se mistura aos demais ingredientes, mexendo sempre com a colher de pau. Ao final, acrescente a canela, misture para que se incorpore e tempere a gosto.

Em outra panela, doure a cebola, acrescente o alho e depois o tomate seco (sem o azeite que vem na embalagem).  Adicione o creme de leite fresco, misturando até começar a ferver. Retire e bata no liquidificador (ou com um mixer, na própria panela), até que se torne um molho consistente e homogêneo. Volte com o molho pronto para a panela e tempere a gosto com sal e pimenta.

Após aberta a massa, utilize um cortador para cortá-la em vários círculos. Se não tiver use como forma a boca de um copo e termine de cortar com a faca, dando o formato desejado. A dica é abrir a massa aos poucos, cortando e recheando logo em seguida para que ela não fique seca. Do contrário, não conseguirá fazer com que feche e segure o recheio na hora de cozinhar. Use uma colher de chá para colocar o recheio, em pequenas bolinhas, dentro dos círculos de massa. Feche com a mão, pressionando as laterais. Aperte bem para que grude as bordas e proteja o recheio na hora do cozimento.

Aqueça uma boa quantidade de água em uma panela grande, adicione sal após a fervura e abaixe o fogo. Vá colocando os torteís na medida em que fiquem prontos. Retire-os com uma escumadeira. Quando voltarem à superfície, já estarão cozidos!

Acomode-os na forma refratária que for levar à mesa e finalize com o molho pronto.

Sirva como primeiro prato (na Itália sempre a pasta é o primeiro prato). À brasileira, permite-se servir com uma carne à parte, como fizemos com um belo bife de chorizo ( na foto principal).

Quer esta receita impressa? Clique aqui para baixar o PDF e imprimi-lo.