Pastelaria tradicional da Europa Central

Standard

Hoje vamos dar destaque para os pães e biscoitos ( seria nossa tradução) mais populares nos países da Europa Central, como Hungria, Eslováquia, República Tcheca, Áustria e Alemanha, por onde o blog Sal & Alho está dando uma voltinha por estes dias. No próximo domingo será a Páscoa e as ruas e praças estão cheias de turistas e famílias locais aproveitando os dias de feriado. Estas fotos foram tiradas em Praga, na famosa praça do relógio astronômico no centro histórico. Com alguma dificuldade, pois é difícil conseguir alguém que fale inglês e que ainda tenha tempo e paciência para conversar com turista blogueira e curiosa, obtive alguma informação.

Trdelnik

Este nome me intrigou, pois não consegui pronunciá-lo! Trata-se de um biscoitão fofo, em forma de anel, oco por dentro. Tem gosto bem próximo ao nosso conhecido “sonho” ou “biscoito de chuva”. É originário da cidadezinha de Skalica, hoje situada em território da República Tcheca mas que já foi húngara. O nome tem a ver com estaca de madeira. Faz-se a massa ( que a mulher não quis me dar a receita) e com ela são feitos rolos ( igual gnocchi) que são enrolados em torno de um pedaço de pau. Leva-se a uma grelha igual de churrasqueira para assar, enquanto gira-se de um lado e outro. Depois polvilha-se com açucar. Pode-se misturar farelo de nozes ao açucar. Por mais o equivalente a 1 euro é possível pedir para passar nutella ou outro creme na parte de dentro. Delicioso, mas faz uma melança para comer!

Alpenbrod, ou pão dos Alpes

É muito tradicional e comum este tipo de pão em toda a região, porém é proveniente dos Alpes, do qual leva o nome. Segundo a minha guia local, que me passou a receita, é muito fácil de ser feito. Só tem um segredo: é preciso ser bem guardado, em uma lata, por exemplo, para não endurecer. Tente fazer: para 1/2 quilo de farinha, junte 250 gr. de manteiga e a mesma quantidade de açucar. Misture, acrescente 2 ovos e 1 colher de café de fermento biológico seco. Misture tudo em um processador. Tire e sove a massa até dar consistencia de enrolar. Deixe a massa descansar por meia hora. Aqueça o forno a 180 graus. Forre uma assadeira com papel manteiga. Faça 6 rolinhos com a massa e coloque-os de comprido na forma. Asse por 10 a 15 minutos, até corar. Ainda quente, polvilhe com açucar e corte na diagonal de 2 em 2 cm.

 Pretzel

Sua origem data da Idade Média, dizem que foi inventado por um monge que os dava de presente às crianças que aprendiam as orações. Há várias versões da história mas sempre ligada às tradições religiosas. Pretzel não equivale a uma determinada receita, é a forma do pão ou do biscoito. No formato original, tem a forma de um coração em que as linhas que fazem o “V” descem cruzando e enlaçam as laterais, dando a forma de um coração que abraça. Bonito, não é? Conforme a região é feito de outras formas, como a da foto, que tem um enrolado no meio. É tradição oferecer pretzel no café da manhã no dia da Páscoa.

Outra tradição de Páscoa, principalmente entre namorados e de pais para filhos é oferecer um coração de chocolate com o nome da pessoa amada.

No próximo post vou contar a história húngara dos ovos de Páscoa. Bem divertida, aguarde!

 

 

 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s